Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
08
Out 10

 

O esforço desenvolvido por Beja para a melhoria da mobilidade urbana foi reconhecido internacionalmente no Fórum CIVITAS, um encontro anual entre especialistas de mobilidade urbana e políticos apostados em criar condições de vida mais ecológica nas cidades.
De entre os projectos tidos em conta para a distinção de Beja destaca-se o trabalho desenvolvido no âmbito da mobilidade urbana, como a regulação do trânsito e do estacionamento no centro histórico, a criação de ciclovias, a promoção do uso da bicicleta através das PETRAS e a implementação dos transportes urbanos que hoje permite fáceis deslocações no interior da cidade. Neste âmbito destaca-se ainda o serviço de táxis-colectivos (projecto pioneiro em Portugal) que melhorou a relação das populações mais rurais com a sede do concelho. Foram ainda consideradas para o efeito a participação do Município na rede Mobi.e e no projecto EVUE para a promoção da mobilidade eléctrica, a integração recente na rede de cidades móveis (lançada pelo IMTT em coordenação com a rede EPOMM), a participação na rede ECOS e a sensibilização para estilos de vida mais saudáveis, entre muitos outros projectos desenvolvidos no sentido de tornar Beja a primeira cidade eco-sustentável.

Trata-se de uma aposta da Câmara Municipal, iniciada há uns dez anos, que, apesar de algumas críticas locais, tem merecido o reconhecimento de entidades especializadas externas, como agora aconteceu com este reconhecimento da CIVITAS.

publicado por Zé LG às 13:51
08
Out 10

é o título de uma conferência, organizada pelo QREN e pela CCDR do Alentejo, com o apoio do IPBeja, que está decorrer no Auditório dos Serviços Comuns do IPBeja, para discutir dois temas: “A Economia Verde” e a “Avaliação Ambiental Estratégica”.

O secretário de Estado da Energia e Inovação, Carlos Zorrinho, abriu o debate e a sessão de encerramento conta com a participação da ministra do Ambiente e Ordenamento do Território, Dulce Pássaro.

publicado por Zé LG às 12:37
08
Out 10

Gosto muito de palhaços, principalmente dos pobres, porque me fazem rir; dos ricos nem tanto.

“O termo Palhaço também é bastante utilizado para denegrir a imagem de alguma pessoa. É utilizado em situações onde este(a) faz injustiças, agressões, brincadeiras de mau gosto, deboches demasiados e/ou traumáticos e qualquer outra situação que cause Raiva (sentimento) na pessoa receptora.”

Apesar disso, preferia que quando alguém fica enraivecido, com o que alguém disse ou fez, utilizasse outros nomes em vez de palhaço. Que tal se lhe chamasse Pulido?

publicado por Zé LG às 00:01
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Em Beja as palhaçadas são mais isto:Áurea Dâmaso ·...
Em Beja também se trabalha nisso: https://www.face...
As empadas altas são muito boas!
Dizer mal de tudo e de todos é um passatempo nacio...
eheheheh não resisto, adoro o "para ali vão passar...
Já era tempo de essa pastelaria/ restaurante vir p...
O DN, sabe-se lá bem porquê, parece se o único jor...
Boa reportagem https://www.dn.pt/portugal/interior...
Esqueçam a eletrificação da linha férrea, o IP8 e ...
Os eleitores de Beja, tal como os de Portalegre, i...
Bem visto! Já agora era útil que se demonstrasse e...
E não é que a senhora tem toda a razão! Para não f...
Realmente é uma autêntica vergonha o péssimo estad...
No Baixo Alentejo os eleitores não votam em indepe...
Ponham ali os olhos, políticos do Baixo Alentejo. ...
blogs SAPO