Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Reguengos de Monsaraz vai instalar Biblioteca Municipal em palácio do século XIX

O Município de Reguengos de Monsaraz vai assinar, no dia 12, com a Direcção-Geral do Tesouro e Finanças o Auto de Cedência do Palácio do Rojão, para que neste edifício, depois de obras de adaptação a realizar, seja instalada a Biblioteca Municipal, numa cerimónia que vai decorrer pelas 18 horas no Auditório do Pavilhão Multiusos do Parque de Feiras e Exposições, antes da abertura oficial da EXPORREG’2010.

Naturismo vai ganhando espaço nas praias do Litoral Alentejano

Quase sem se dar por isso. Não só nos areais propriamente ditos, onde cerca de cinco mil pessoas praticam a tal modalidade despida de preconceitos, mas também na chamada “secretaria”. O tema tem sido acarinhado pelos partidos políticos e até as próprias autarquias são a primeiras a quererem alargar a malha para responderem à crescente procura.

Mais uma...

No concelho de Moura, junto a Alqueva, vai ser instalada uma central fotovoltaica de alta concentração, uma tecnologia experimental, que vai ter uma potência de 1 MW (megawatt), para uma produção anual estimada de 2 200 kilowatts/hora (KWh), com um investimento de 4 milhões de euros e que deverá avançar no final do ano.

Esta é a mais sentida e real instabilidade

Portugal tem a taxa mais elevada da UE de contratos a prazo, é o País onde se trabalha até mais tarde e menos em regime de “part-time”, segundo o Eurostat, que revela que a percentagem de trabalhadores portugueses com vínculo precário está bastante acima da média da UE a 27, que não vai além dos 13,5 %, sendo apenas suplantada pelos 25,4 % da Espanha e os 26,5 % da Polónia.

Esta realidade coincide também com o facto de Portugal ter registado a quarta maior taxa de desemprego da UE, em Junho passado.

Comentários recentes

  • Anónimo

    E o PS não se sente incomodado com a saúde no Dist...

  • Anónimo

    CIDADE DE PANHONHAS...

  • Anónimo

    Agora é passado, mais uma vez. A ULSBA não terá es...

  • Anónimo

    Fazendo uma análise mais profunda verificamos que ...

  • Munhoz Frade

    Sobre o anúncio da criação de Centros de Responsab...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds