Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

A AMBAAL vai “começar a trabalhar num plano de transportes regionais”

A revelação feita por Jorge Pulido Valente, presidente da Associação, que acrescenta que este plano vai permitir perceber “as necessidades que existem e a forma como devem ser geridos todos os transportes regionais, de maneira a que todas essas componentes da mobilidade possam ser integradas e possam constituir inclusive um factor de desenvolvimento económico” e ajudar a “fazer uma racionalização daquilo que são os transportes na região” podendo poupar também em “termos de recursos e podendo oferecer muito maior disponibilidade de transportes para toda a gente”.
Vinte anos depois de ter lançado esta ideia, espero que seja concretizada agora, podendo a região, as autarquias e, principalmente as populações mais carenciadas muito beneficiar com a sua implantação no terreno.

"O PCP existe para dar voz"

O PCP existe para dar voz ao que outros (de bem e de mal com a vida) não podem ou não querem observar, assumir, reflectir. Por isso é um partido de contra poder. É preciso não esquecer que o contra poder é essencial ao equilíbrio mais elementar das sociedades. Ao controle do poder que pela sua natureza corrompe e degrada.

Será pois mais interessante que cada um escolha a perspectiva de análise e observação que mais lhe agradar, mas que tenha em conta que outras perspectivas não só são legítimas como indispensáveis.

Ataques pessoais e discursos impróprios dos próprios é que são mesmo dispensáveis.

Comentário de dc a 26 de Julho de 2010 às 11:06, feito aqui.

Ferreira do Alentejo com grande dinâmica no sector agro-alimentar

O presidente da Câmara de Ferreira do Alentejo, Aníbal Costa assegura que o concelho tem sido alvo de uma “grande procura” por parte de investidores e que, neste momento, estão em construção três novos lagares, que vão transformar o concelho num dos maiores produtores nacionais de azeitona. Está também em fase de instalação uma unidade de Biomassa, num investimento de cerca de 20 milhões de euros.

Comentários recentes

  • Anónimo

    M. Frade, não compreendeu o que petendi dizer com ...

  • Munhoz Frade

    Quis dizer “gerar” e não “gerais”. Não reparei na ...

  • Anónimo

    Seria voltar a focar as questões ligadas ao modo d...

  • Munhoz Frade

    Um pouco de polémica, meu caro ZLG:Sabemos que cau...

  • Anónimo

    É pena que o próprio DA não se tenha interessado p...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds