Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Se o futebol fosse uma ciência exacta…

… tinha muito menos interesse. O grande interesse e ainda maior paixão que o futebol gera nas multidões é o facto de, por melhores jogadores e treinadores que tenha uma equipa, por melhores que sejam as opções, a táctica, o modelo de jogo e por aí fora, nada garante que ganhe o jogo a outra mais fraca. É essa incerteza que faz de cada um de nós treinador e com as melhores soluções, principalmente, depois dos jogos.

A comprovar isto basta ouvir, hoje, depois do jogo com a Costa do Marfim, os que, ontem, nem sequer queriam admitir a hipótese do Dani não jogar logo de princípio, a defenderem que devia ter sido o Simão a entrar no início…

Portugal não conseguiu vencer a Costa do Marfim, num jogo onde apenas se fizeram três remates à baliza. A falta de empatia com a selecção e, principalmente, com o seleccionador que já era pouca ficou ainda mais reduzida e os níveis de confiança numa boa prestação da equipa desceram muito.

Mas logo a seguir, o Brasil viu-se em apuros para ganhar 2-1 à Coreia do Norte. Já antes, a Inglaterra tinha empatado com os EUA, tal como a França com o Uruguai ou a Itália (actual campeã do Mundo) com o Paraguai. E a Grécia (Campeã da Europa) perdeu com a Coreia do Sul e a Argentina não foi além de 1-0 com a Nigéria.

Ou seja, talvez a atribuição do estatuto de favoritas às selecções do costume deva ser revista. Até parece que os comentadores, encartados ou amadores, se esqueceram de que quase todas as selecções são constituídas em grande parte por jogadores das principais equipas dos campeonatos mais competitivos, pelo que não será de admirar se surgirem algumas surpresas…

Tudo isto para concluir que, uma vez que enquanto há vida há esperança, talvez valha a pena confiarmos um pouco mais na selecção nacional, que não tendo feito um bom jogo também não esteve assim tão mal, se tivermos em conta que a selecção da Costa do Marfim não é propriamente constituída por ilustres desconhecidos.

Eu vou continuar, até à prova dos nove em contrário, a confiar na nossa selecção!

Azeites alentejanos arrecadaram prémios internacionais

A Taifas-Indústria e Comércio de Azeites, de Ferreira do Alentejo, conseguiu o primeiro prémio, na categoria de Maduro Frutoso, e a Cooperativa Agrícola de Moura e Barrancos um terceiro lugar na categoria de Maduro, dos prémios anuais dos prémios anuais Mário Solinas, atribuídos pelo Conselho Oleícola Internacional, com sede em Espanha.

Carlos Zorrinho afirmou que opção nuclear deve ser debatida

"Nas nossas opções de política energética nacional até 2020 não está contemplada a energia nuclear. Mas isso não deve impedir o seu estudo e debate", afirmou hoje Carlos Zorrinho.

"Qualquer opção energética deve ser tomada num conhecimento aprofundado dos custos e benefícios e do equilíbrio do sistema eléctrico. Aliás foi por isso que decidimos não inclui-la na nossa estratégia", sublinhou, reforçando que "todas as decisões futuras devem ser tomadas com base em informação. Este é, portanto, um debate importante".

Depois dos SAP encerrados param agora as SIV

A falta de enfermeiros vai obrigar as ambulâncias de suporte imediato de vida (SIV) a ficarem paradas em Moura e Elvas pelo menos até ao fim do mês. A situação ameaça alastrar-se a outras zonas do País, porque, segundo Pedro Frias, do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), «parece que estão mais interessados na contenção de gastos do que na saúde dos portugueses», recordando que: «Não podemos esquecer-nos de que as SIV foram a forma encontrada de colmatar o encerramento de vários serviços de atendimento permanente (SAP)».

Comentários recentes

  • Zé LG

    Se não disser do que se trata ficamos na mesma, se...

  • Anónimo

    Estranho, sim...

  • Anónimo

    Sem dúvida.Um autentico murro no estomago no todo ...

  • Anónimo

    Concorso, embora há um senão, que não foi esclarec...

  • Anónimo

    O Ministério da Agricultura foi decapitado e desme...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds