Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Cal volta a ser mais aplicada

Com propriedades conhecidas desde a antiguidade, e depois de um período de pouca procura, a cal tem vindo a despertar nos dias de hoje o interesse de construtores, projectistas e investigadores, devido aos mais baixos custos e à compatibilidade com as construções tradicionais do Alentejo, segundo Deolinda Tavares, da Direcção Regional de Cultura do Alentejo.

Cem Mais Alentejo

Já saiu mais um número da revista Mais Alentejo, quase todo dedicado ao seu 10º aniversário que coincidiu com a edição nº 100, que constitui o tema de capa: "Esta é a EDIÇÃO 100 do resto da nossa vida".

Na capa é ainda feita a chamada para:

- "Alqueva. Vai mudar a agricultura alentejana";

- "Desertificação humana. Perdemos seis pessoas por dia";

- "Quinta do Carmo. Apostar em vinhos de qualidade".

Esta a edição nº 100 da Mais Alentejo tem uma nova apresentação gráfica, é impressa em papel diferente e tem como curiosidade a inversão de papel dos seus principais responsáveis.

É assim que António Sancho, o director, que faz habitualmente a grande entrevista aos protagonistas é, desta vez o entrevistado.

Para além deste olhar para a "casa" e para "residentes mais permanentes", a Revista apresenta mais um salto qualitativo, que, certamente, irá satisfazer ainda mais os seus leitores e anunciantes e se espera consiga manter.

Parabéns à Mais Alentejo, principalmente aos seus directores António Sancho e Filomena Ramos (adjunta)!

Comentários recentes

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds