Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

CGTP anunciou manifestação nacional para dia 29

O secretário-geral da CGTP-IN anunciou hoje, sábado, na sua intervenção no final das comemorações do 1º. de Maio, a realização de uma grande manifestação nacional no dia 29 de Maio em Lisboa, visando "exigir novas políticas para o desemprego, em defesa dos direitos ao emprego e melhores condições salariais". "Vamos fazer do dia 29 de Maio um momento alto da luta dos trabalhadores. Da luta a favor dos trabalhadores, do progresso social e do desenvolvimento do país", disse o sindicalista perante “cerca de 90 mil” pessoas que participaram na manifestação do Dia do Trabalhador.

A manifestação foi ratificada pelos manifestantes, que aprovaram uma resolução em que consideram o Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC) "uma declaração de guerra aos direitos e ao nível de vida dos trabalhadores, dos reformados e dos pensionistas, à protecção social e às funções sociais do Estado", representando apenas "uma política cega de consolidação orçamental" que impõe mais sacrifícios aos trabalhadores mas "não garante que daqui a quatro ou cinco anos a dívida seja ainda maior".

"O défice é resultado dos milhares de milhões de euros que foram rapinados do Orçamento do Estado para tapar buracos do sector financeiro, que aconteceram por má gestão", acusou ainda Carvalho da Silva, que afirmou ainda que "Na segunda metade do século XX não houve nenhum instrumento de governação que tivesse tanto efeito na distribuição da riqueza como a contratação colectiva”.

Viva o 1º de Maio!

Assinala-se hoje o ”Dia do Trabalhador” e a União de Sindicatos do Distrito de Beja (USDB) comemora esta data, com um vasto conjunto de iniciativas, em três concelhos: Beja, Aljustrel e Serpa e sob o lema: “É tempo de mudar com a luta de quem trabalha”.

Casimiro Santos, coordenador da USDB, apresentou o programa agendado para o Parque de Merendas de Beja, frisando “a realização do desfile-manifestação, até ao local das comemorações, as actividades culturais agendadas, as intervenções sindicais, os jogos tradicionais e o momento musical com o organista Fernando Andrade”.

Em Pias, no concelho de Serpa, as comemorações realizam-se na Barragem do Enxoé e em Ervidel, no concelho de Aljustrel, na Barragem do Roxo, com animação cultural, música tradicional, convívio e bailes populares.

Casimiro Santos recordou também a importância que assumem, em 2010, as comemorações do “Dia do Trabalhador”, frisando que “120 anos depois existem direitos adquiridos que estão a ser colocados em causa e pelos quais é necessário reforçar a luta”.

Veja e leia o manifesto da CGTP-IN sobre o 1º de Maio aqui.

De cabeça no ar em Melides no fim-de-semana

A praia de Melides recebe nos dias 4, 5 e 6 

a 4ª edição do Festival do Ar.

Três dias de muita animação e actividades

que o vão deixar com a cabeça nas nuvens.

Demonstrações, workshops e  baptismos de voo,

com os maiores craques de Parapente, Aeromodelismo, Kitesurf e Papagaios Acrobáticos.

A antecipar o Verão, as noites do festival duram até de madrugada,

numa Dance Party com muita música e DJs conhecidos.

Veja toda a informação em http://festivaldoar.blogspot.com/

Comentários recentes

  • Anónimo

    Que lista?

  • Anónimo

    Qual é o restaurante escolhido para os programas d...

  • Anónimo

    A ideologia por vezes tramas as pessoas. Então não...

  • Anónimo

    O porquinho foi escolhido para primeiro da lista.

  • Anónimo

    Com certeza que não tem visto no blog o que tem si...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds