Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Rota do Fresco nos “Encontros com o Património” da TSF

“Encontros com o Património” é o espaço na antena da TSF

onde se fala de sítios com história, paisagens e pessoas, o passado e o presente.

O repórter Manuel Vilas-Boas deslocou-se a Vila Nova da Baronia,

onde, na Ermida de Stª Águeda / São Neutel, gravou uma conversa

sobre a Rota do Fresco, com a responsável deste programa,

Catarina Valença, o presidente da Câmara Municipal de Alvito, João Penetra,

entre outros, que vai para o ar este sábado, às 12h30.

Alvito associa-se, este sábado, ao projecto "Limpar Portugal"

O Clube da Natureza de Alvito fez a identificação das "lixeiras", a Câmara Municipal de Alvito disponibiliza sacos e luvas para a recolha do lixo, o qual será, posteriormente, separado e assegurado o seu destino para o aterro sanitário, e a Junta de Freguesia de Alvito colabora com a disponibilização de uma carrinha, para transporte dos participantes, segundo o seguinte programa:

09h30 - Ponto de encontro na Praça da República de Alvito;

10h00 - Partida para Santa Luzia, seguindo-se para os Moinhos e depois para o caminho velho (ver mapa).

 

DRA do PCP considera que OE, PEC e PROT prejudicam o Alentejo

A Direcção Regional do Alentejo (DRA) do PCP considera que o Orçamento de Estado (OE) “terá graves consequências no desenvolvimento da região e na vida concreta dos trabalhadores e das populações”, porque estabelece “cortes no investimento público, particularmente nas áreas sociais, na saúde e educação; o congelamento dos salários e pensões; a suspensão das chamadas medidas anti-crise, designadamente no que concerne ao apoio aos desempregados; entre outras medidas (...) como a redução e mesmo ausência em muitos concelhos de verbas no PIDDAC que possibilitariam a resolução de muitos problemas e a melhoria da qualidade de vida das populações”. O Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC) do governo perspectiva “novos avanços no ataque aos direitos de quem trabalha, constituindo um autêntico programa de instabilidade económica, social e nacional” e falta “investimento no aparelho produtivo” e na criação de “mais e melhor emprego”. O Plano Regional de Ordenamento do Território – Alentejo (PROT-A), “invade as competências municipais, beneficia os grandes contra os pequenos e prejudica o desenvolvimento regional”.

Ver todo o comunicado aqui.

“Uma aventura no Pulo do Lobo” apresentado em Mértola

Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada vão estar no dia 23, às 11horas, no Cine-teatro Marques Duque, em Mértola, para a sessão de apresentação do último livro da colecção Uma Aventura, intitulado “Uma Aventura no Pulo do Lobo”, que contará com a participação dos alunos das escolas do concelho que farão a leitura de textos sobre a sua aventura favorita. No Cine-teatro estará, também, patente ao público uma exposição de trabalhos sobre as aventuras favoritas dos alunos.

A sessão encerra com uma visita ao Pulo do Lobo, queda de água de 20 metros, local de lendas e muitas histórias, coração do Parque Natural do Vale do Guadiana, e onde decorre a mais recente aventura dos cinco amigos.

Extemporânea

A Direcção Regional do Alentejo do PCP acusou a Entidade Regional de Turismo de “partidarizar” o I Congresso de Turismo do Alentejo agendado para 26 e 27 na cidade de Beja. Em Comunicado de Imprensa os comunistas referem que “a organização dos painéis e a selecção de oradores não deixa qualquer dúvida sobre a partidarização do Congresso pelo partido do Governo, o que leva o PCP a manifestar o mais profundo desagrado”.
O PCP considera que se impunha “que todos os esforços fossem canalizados na procura e na construção de uma profunda convergência entre todos os agentes, sem exclusões, em prol da região e do Turismo no Alentejo”.

O mínimo que se pode dizer desta posição da DRA do PCP é que é extemporânea, uma vez que “a organização dos painéis e a selecção de oradores” do Congresso já são conhecidos há meses. Podia-se ainda dizer que, para além da extemporaneidade desta tomada de posição e de não ouvir os directamente implicados, à DRA parece estar a faltar direcção…

Comentários recentes

  • Anónimo

    M. Frade, não compreendeu o que petendi dizer com ...

  • Munhoz Frade

    Quis dizer “gerar” e não “gerais”. Não reparei na ...

  • Anónimo

    Seria voltar a focar as questões ligadas ao modo d...

  • Munhoz Frade

    Um pouco de polémica, meu caro ZLG:Sabemos que cau...

  • Anónimo

    É pena que o próprio DA não se tenha interessado p...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds