Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Atendimento nas empresas prestadoras de serviços básicos

Esta tarde faltou a energia eléctrica cá em casa das 14 horas até às 17h30. Pouco antes de regressar a electricidade, já farto de esperar, tentei ligar para as avarias, para o número indicado pela EDP. Depois de várias tentativas em que ou não consegui ligar ou a gravação dizia que o número não estava disponível, lá surgiu outra gravação encaminhando para outro número. Neste, depois de uma gravação dizer que ia ligar a um operador, de repetir várias vezes  que "lamentamos ainda não ter podido atender a sua chamada" e de sugerir que se não quisesse esperar que ligasse cardinal para ser atendido nas próximas 48 (!!!) horas, lá surgiu uma operadora a informar que só existia aquele número para as avarias e que por causa do mau tempo era muito difícil conseguir a ligação devido ao elevado número de chamadas.

A questão que importa colocar é a seguinte: Se a EDP sabia que ia haver mau tempo e que, em consequência disso, ia aumentar exponencialmente o número de chamadas por causa das avarias porque é que não encontrou uma solução para as atender?

Esta questão do mau atendimento nas empresas prestadoras de serviços essenciais deveria merecer mais atenção das entidades, oficiais ou associativas, de defesa dos consumidores, de forma a melhorar a sua qualidade.

Pousada de Estremoz reabriu, mas as de Elvas e Sousel continuam encerradas para obras

A Pousada de Estremoz já reabriu após beneficiar de obras de manutenção e remodelação, enquanto as suas congéneres de Elvas e Sousel continuam encerradas temporariamente também para melhoramentos, depois de terem encerrado a 2 de Novembro para obras, aproveitando “a época baixa”.

A diretora da área de Comunicação do Grupo Pestana, Patrícia Reimão, adiantou que a Pousada de Elvas vai retomar o funcionamento a 1 de Abril, após obras de manutenção e remodelação, enquanto a Pousada de Sousel ainda não tem definida a data da reabertura.

Herdade da Comporta capital do Hipismo

Várias provas de salto de obstáculo e competições equestres, oito das quais a contar para o ranking mundial de hipismo, compõem, este ano, a 4ª edição do Atlantic Tour, a decorrer na Herdade da Comporta, onde se concentra a elite do hipismo mundial até 28 de Março, para assistir às provas de 350 cavaleiros e 750 cavalos, onde estarão representados 26 países de todo o mundo.

Para Carlos Beirão da Veiga, administrador da Herdade da Comporta, a realização do evento é uma mais valia para a economia local, colocando o Litoral Alentejano no mapa nacional, uma vez que é estimado que a região acolha durante os 40 dias do evento cerca de cinco mil pessoas, que gastarão cerca de 8 milhões de euros em despesas

Comentários recentes

  • Anónimo

    M. Frade, não compreendeu o que petendi dizer com ...

  • Munhoz Frade

    Quis dizer “gerar” e não “gerais”. Não reparei na ...

  • Anónimo

    Seria voltar a focar as questões ligadas ao modo d...

  • Munhoz Frade

    Um pouco de polémica, meu caro ZLG:Sabemos que cau...

  • Anónimo

    É pena que o próprio DA não se tenha interessado p...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds