Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alentejana venceu Concurso Internacional “Jovens Criadores”

A jovem eborense Brígida Potes Amaral foi a grande vencedora da quarta edição do Concurso Internacional “Jovens Criadores”, na categoria de Pintura, organizado pelo “Ayuntamiento de Badajoz”.

Para além deste prémio, Évora foi ainda galardoada com mais duas menções honrosas, nomeadamente em Pintura, através do trabalho de Lemos Djata e em Video-Criação com a “obra” da Associação de Paralisia Cerebral de Évora (APCÉ).

Brígida Potes Amaral venceu com o quadro intitulado “Chimbalau”, enquanto que Lemos Djata viu o seu trabalho “Interculturalidade” ser reconhecido internacionalmente, o mesmo sucedendo com a APCE que apresentou o vídeo “Sem Juízo”.

Coelho indigesto em Sines

A concelhia de Sines do PCP denunciou ontem, em conferência de imprensa, a “instrumentalização” do actual presidente da Câmara Municipal de Sines, Manuel Coelho, por parte do PS no protocolo de colaboração entre as duas entidades para a construção do novo Centro de Saúde de Sines, por entenderem que este acordo, obtido na última fase do último mandato e utilizado como bandeira do candidato do SIM nas eleições autárquicas, serviu apenas para dividir a CDU e enganar os eleitores.

O presidente da Câmara Municipal de Sines, Manuel Coelho considera a interpretação do PCP “abusiva”, esclarecendo que tudo não passa de normais negociações dos termos do protocolo, rejeitando a ideia de “instrumentalização”, garantindo que a construção do novo Centro de Saúde de Sines "é para cumprir este mandato".

De salientar que a inclusão da construção do novo centro de saúde de Sines tem sido sucessivamente recusado no PIDDAC.

Laboratório de investigação e ninho de empresas inaugurados em Moura

Foram inaugurados ontem, no Parque Tecnológico de Moura, o laboratório de investigação na área da energia fotovoltaica e o centro de acolhimento a microempresas. O laboratório de investigação, afecto à Lógica, E.M., está equipado com tecnologia de ponta e apto para fazer ensaios e certificação de tecnologia para aproveitamento da energia solar. O centro de acolhimento é uma iniciativa conjunta da autarquia mourense e da Associação “Rota do Guadiana”, possui seis espaços para oficinas, quatro gabinetes para serviços e uma sala de formação. O investimento foi de 530 mil euros, financiado em 70 por cento pelo Interreg e os restantes 30 por cento pela Câmara de Moura.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Muitos daqueles que foram bater palminhas ao Antón...

  • Anónimo

    O resultado em Beja só teria importância se a CDU ...

  • Anónimo

    O PSD de Rui Rio não será chupista! Por isso ele t...

  • Anónimo

    Na apresentação da candidatura do Henrique Silvest...

  • Ana Matos Pires

    Sim, uma alimentação saudável é um factor importan...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds