Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

João Cordovil nomeado presidente da CCDRA

A actual Direcção da CCDRA não foi reconduzida, conforme se previa, sendo substituída, ao que consta, por João Cordovil, presidente, e Lina Jan e Florival Ramalhinho (?), vice-presidentes, estando prevista a sua entrada em funções já na próxima semana.

A confirmar-se a notícia, acentuar-se-á a perda de peso político da CCDRA, que se tem registado nos últimos anos, uma vez que todos os nomes falados são de técnicos da “casa”.

Continua por se saber quando será recomposta a Direcção do Inalentejo, que se encontra reduzida, devido à saída de António Serrano, para ministro da Agricultura, o pedido (estratégico?) de demissão de João Cordovil e, agora, a saída de Maria Leal Monteiro da presidência da CCDRA, que será substituída também neste Programa por João Cordovil.  

A luta pelos lugares vagos, de nomeação governamental, está a ser renhida no PS, quer a nível inter-regional quer de grupos, incluindo autarcas derrotados nas últimas eleições.

Também segundo consta, o presidente da CCDRA passará a ter uma dupla tutela – Ministérios do Ambiente e da Economia -, devido à passagem do QREN para a alçada deste último, o que pode ser gerador de conflitos institucionais, que não favoreçam nem a boa gestão da CCDRA nem do Inalentejo.

A dança de cadeiras (destas e de outras) e a (re) arrumação da “casa” – estrutura orgânica do governo – podem conhecer um avanço na próxima segunda-feira, com a realização de um conselho de ministros extraordinário, para assinalar os primeiros cem dias deste novo governo de José Sócrates, com apoio parlamentar minoritário do PS.

Alentejano vai jogar no Bolívar, campeão de futebol da Bolívia

Nascido há 22 anos na pequena aldeia de Gasparões, no concelho de Ferreira do Alentejo, André Martins já jogou em pontos tão distintos do mundo como Portugal, Inglaterra, Bulgária, México, Venezuela e, desde há dias, Bolívia, onde vive desde há dias em La Paz, a capital, e onde vai jogar no campeão Bolívar, depois de nos últimos seis meses ter representado os venezuelanos do Caracas FC [clube cuja camisola enverga na fotografia].

Em grande entrevista ao “CA”, o jovem avançado que se pode tornar no primeiro português a jogar na mítica “Copa” dos Libertadores e revelou a ambição de chegar a um grande europeu e à Selecção Nacional.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Que outros agentes desportivos ... e já agora polí...

  • Munhoz Frade

    Exemplar.

  • Anónimo

    O problema, é que por mais considerações ideológic...

  • Anónimo

    “DesilusãoTenho estado, como é meu hábito, atento ...

  • Anónimo

    Ouvi ontem um debate interessante no Expresso das ...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds