Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Pantominice inventou pandemia da Gripe A

"Para o presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa, o anúncio da Organização Mundial de Saúde (OMS) alertando para uma pandemia «é um dos maiores escândalos médicos do século, um negócio para a indústria farmacêutica», um caso que deve agora ser investigado pelo Conselho da Europa. Acrescenta o mesmo responsável que o mundo nunca esteve confrontado com uma pandemia, afirmando que o alarme foi «desnecessário»".

 

Afinal, parece que se confirmam as muitas dúvidas e denúncias de que a pandemia da Gripe A era essencialmente uma invenção para criar o clima favorável ao consumo da vacina e, assim, justificar um dos negócios mais escandalosos deste século, que permitiu fabulosos lucros à indústria farmacêutica, com o aval da OMS e de diversos estados, sabe-se lá à conta de quê.

“Com o PCP, lutar contra as injustiças. Exigir uma vida melhor”

é o lema à campanha nacional, que hoje tem início e que se irá prolongar ao longo primeiro trimestre deste ano, que “pretende esclarecer e mobilizar os trabalhadores e a população” e levar mais longe a sua proposta de “ruptura com a política de direita”, por forma a que estes consigam “uma vida melhor e não se conformem com as injustiças”.

No Distrito de Beja, a campanha “incidirá em acções dirigidas aos trabalhadores da Administração Local e Central”, além da presença junto aos Centros de Emprego, para “contactar com desempregados”, não esquecendo as mulheres trabalhadoras “em torno das comemorações dos 120 anos do Dia Internacional da Mulher”.

«Como ter um Coração Saudável”

é o título do livro de Manuel Oliveira Carrageta, cardiologista eborense, que apresenta como subtítulo “um guia para prevenir e curar as doenças cardiovasculares».

Na sua apresentação o especialista referiu que grosso modo «a saúde depende 25% da genética e 75% dos estilos de vida, e que além disso está comprovado que estes últimos podem afectar e melhorar os genes, que não de forma nenhuma uma fatalidade», defendendo, por isso, «uma atitude optimista e uma vida social activa como factores que contribuem significativamente para a saúde», entendida numa acepção holística e não meramente técnica, concluindo que «a prevenção é o mais importante» aspecto de toda a ética e prática medicinal.

Manuel Oliveira Carrageta, natural de Évora, é doutorado em cardiologia, sendo uma das principais eminências lusas desta especialidade, que continua a exercer no sector público e privado. É também, há vários anos, presidente da Fundação Portuguesa de Cardiologia, entidade que desenvolve uma incansável acção no âmbito da medicina preventiva, cuidado e rastreio das doenças cardiovasculares.

 

Comentários recentes

  • Anónimo

    Ora aqui está uma área em que os nossos autarcas s...

  • Anónimo

    Está tudo dito... nada a acrescentar! Incapacidade...

  • Anónimo

    "O Ministério do Planeamento anunciou esta quinta-...

  • Anónimo

    Se os autarcas locais , independentemente da cor p...

  • Anónimo

    Conordo em absoluto com o comentário anterior.O di...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds