Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Sines e Mértola em 1º e último lugar no Ranking do IQV dos municípios alentejanos

Segundo o Índice Concelhio de Qualidade de Vida dos municípios do Continente, realizado pela Universidade da beira Interior, os municípios alentejanos classificados nos dez melhores e nos dez piores lugares foram:

MELHORES:

20º - Sines – 128,6

31º - Évora – 117,0

41º - Vila Viçosa – 107,7

57º - Beja – 103,4

66º - Portalegre – 100,1

69º - Campo Maior – 99,7

82º - Vendas Novas – 94,9

89º - Elvas – 92,9

96º - Borba – 89,8

97º - Castro Verde – 89,7

PIORES:

207º - Crato – 53,6

213º - Monforte – 51,0

219º - Marvão – 49,8

223º - Gavião – 47,9

228º - Avis – 45,6

238º - Almodôvar – 41,8

239º - Ourique – 41,7

250º - Portel – 36,5

251º - Alandroal – 36,3

255º - Mértola – 34,5

Os Municípios da AMCAL obtiveram as seguintes classificações:

124º - Viana do Alentejo – 82,0

133º - Alvito – 77,8

139 – Vidigueira – 76,5

181º - 62,4

250 – Portel – 36,5

 

Estes resultados podem ser vistos nos anexos finais ao estudo “Os Municípios E A Qualidade De Vida Em Portugal: Proposta Metodológica Com Vista À Sua Mensuração e Ordenação”, elaborado por J. R. Pires Manso e Nuno M. Simões, que teve como factores de avaliação: Educação e Mercado de Emprego, Infra-Estruturas e Ambiente Económico e Habitacional.

Bombeiros de Alvito

A Associação dos Bombeiros Voluntários de Alvito, para além da sua vocação natural de prestar assistência em casos de incêndio ou qualquer outro acidente natural e no transporte de doentes, desenvolve uma intensa actividade associativa. Entre muitas outras, pode-se referir: A banda de música, o Grupo Campos do Alentejo, a equipa de Futsal, que tão bem têm sabido representar o concelho.

Porque não tive oportunidade de participar na Assembleia-Geral nem no Jantar de Natal, nem em muitas das actividades realizadas, quero aqui expressar o meu reconhecimento pelo trabalho desenvolvido por todos os que servem esta Associação, quer no apoio às populações quer na promoção do concelho.

Aproveito ainda a oportunidade para desejar a todos um Bom Ano Novo!

Faleceu Roberto Mileu

na segunda-feira, vítima de acidente vascular cerebral, que era um destacado membro da direcção nacional da CNA - Confederação Nacional da Agricultura, cujo desaparecimento «constitui uma enorme perda para os agricultores, para a agricultura familiar e para o movimento associativo agrícola», considera uma nota da CNA.

Roberto Joaquim Mileu Merino, de 63 anos e natural de Sousel, foi condecorado, em 2003, pela Presidência da República com a Ordem de Mérito Agrícola e, entre muitas outras funções, era membro do Conselho Económico e Social e de alguns grupos permanentes (área agrícola) junto da Comissão Europeia, em representação da CNA e da Coordenadora Europeia – Via Campesina (organização da qual a CNA faz parte).

Ainda em relação à Variante (ou Circular?) a Alvito...

“Se houver uma variante que passe ao lado de Alvito poderá desfavorecer a vila. O movimento é saudável para qualquer Vila. Não se torna aconselhável procurar soluções como essa. E se imaginarmos uma variante a passar ao lado de Alvito, essa mesma variante irá também precisar de ser remendada mais cedo ou mais tarde e como todos sabemos os municípios dão (com uma certa lógica) prioridade às obras dentro da vila do que fora fazendo com que mais cedo ou mais tarde essa mesma variante estaria também esburacada e já pouco utilizável. Pode parecer certamente uma lógica pessimista mas é a nossa realidade.”

Esta é a opinião de Gente aqui deixada, a 29 de Dezembro de 2009 às 11:35.

Pela pertinência do assunto aqui discutido, a propósito do estado em que os camiões da obra de construção da Escola EBI+JI, decidi transformá-lo em alvitre para que possa continuar a ser discutido e aprofundado pelos interessados.

Não há dúvida que isto incomoda muita gente…

“Mais uma vez me convenço de que este território do anonimato e da impunidade dos blogues e redes sociais foi inventado para satisfazer a insaciável frustração desta gente. A inveja e a cobardia escorrem por ali como o mel em terra prometida.”

Esta afirmação de Miguel Sousa Tavares, num texto que escreveu no Expresso, tem sido bastante citada pelos que não apreciam blogues ou se sentem por eles maltratados.

É verdade o que MST escreveu sobre os blogues, mas também é verdade que nos blogues há muito mais do que ele escreveu. Há blogues que fazem autêntico serviço público, através das informações que prestam, algumas antes de qualquer órgão de comunicação social ou serviço público. Para ilustrar isto basta recordar o que fez o A Cinco Tons, aqui, aqui, também aqui e ainda aqui, acerca do último tremor de terra que atingiu o Continente.

É verdade que existem muitos abusos nos blogues, quer dos seus gestores quer, principalmente, de muitos que nele comentam. Mas não é menos verdade que sem eles não teríamos acesso informação que temos e em tempo oportuno, como também é verdade que eles contribuem fortemente para aumentar a escrita e a leitura de muitos que sem eles não escreveriam nem leriam como o fazem agora. E não há dúvida que isto incomoda muita gente…

Chuvadas continuam a fazer estragos

Os bombeiros resgataram hoje cinco jovens que ficaram retidos mais de 18horas em dois automóveis num caminho perto do Pego das Pias, em São Luís, no concelho de Odemira, devido à subida do caudal de uma ribeira.

A chuva formou também hoje de manhã inundações e lençóis de água que obrigaram ao corte parcial de trânsito no Itinerário Principal (IP) 8, perto de Vila Nova São Bento, na Estrada Nacional 123, junto a Castelo Ladrões, e no Itinerário Complementar 1, na zona de Favela.

Também várias inundações, todas "de pouca relevância" e provocadas pela chuva que caiu hoje de manhã, afectaram várias habitações e vias públicas nos concelhos de Almodôvar, Barrancos, Beja, Castro Verde, Mértola, Moura, Odemira e Ourique.

Pág. 1/14

Comentários recentes

  • Anónimo

    O Hospital de Beja entrou numa fase de desinvestim...

  • Anónimo

    E agora, a quem vão pedir batatinhas?

  • Anónimo

    Concordo em absoluto LG.Mas parece-me que já não é...

  • Anónimo

    inteiramente de acordo e sem qualquer discussão!.....

  • Zé LG

    O título e este alvitre foram publicados não por s...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds