Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Até sempre Mário!

“O Cendrev vem desta forma comunicar o falecimento de Mário Barradas, ocorrido na sua casa de Lisboa, hoje dia 19 de Novembro, pela manhã.
Uma vida dedicada ao teatro. Um contributo activo e fundamental para o desenvolvimento do panorama teatral português nas últimas décadas.
Em Évora, fundou o projecto que foi referência da descentralização teatral em Portugal, projecto esse responsável pela formação de várias gerações de actores e germinação de novas estruturas artísticas.
Mário Barradas foi um Homem do Teatro em toda a sua dimensão de actor, encenador, pedagogo e pensador de políticas teatrais.
Mário Barradas não foi um homem de consensos. Polémico, agressivo nas suas posições, o seu contributo foi absolutamente determinante para a nossa formação teatral mas também humana.
O teatro perdeu um dos seus obreiros. Fica o seu grande exemplo de vitalidade e amor ao teatro.
Até sempre Mário!”

Nascido em Ponta Delgada, em 1931, Mário Barradas fundou, em Janeiro de 1975, o Centro Cultural de Évora, antecessor do Cendrev, e a Escola de Formação Teatral, onde participou também como docente.

Retirado daqui.

CNA apresentou ao Ministro da Agricultura medidas de emergência contra a crise da agricultura e do mundo rural

Escoamento e melhores preços na produção para leite e carne, benefícios fiscais para o gasóleo agrícola e electricidade verde, pagamento imediato das dívidas do Estado aos agricultores, isenção dos pagamentos das contribuições mensais para a Segurança Social, criação de linhas de crédito bonificado são algumas das reivindicações apresentadas.

Câmara de Moura apresentou Plano de Gestão do Perímetro Florestal da Contenda

Seis dos onze trabalhadores da Herdade da Contenda, situada no concelho de Moura, regressaram à actividade operacional, recrutados pela Câmara Municipal, entidade que gere o espaço, em parceria com a Direcção Geral dos Recursos Florestais. O território da Contenda ocupa uma área superior a 12 mil hectares, abrangendo o concelho Moura e os municípios espanhóis de Aroche e Encinasola, na província de Huelva.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Já tu estás bem identificado...

  • Anónimo

    Tratas em anónimo, porque cara a cara deves fugir ...

  • Anónimo

    Em termos gerais!

  • Anónimo

    E do PC no início do Rocha, tudo malta do mais cre...

  • Anónimo

    A malta sabe que esta gente da geringonça nunca c...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds