Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Vá, escrevam aqui o que têm a dizer sobre Alvito!

Como há muita gente a fazer comentários sobre o Concelho de Alvito, muitas vezes em alvitres que nada têm a ver com o concelho, deixo aqui este alvitre para que todos os interessados escrevam o que têm para dizer sobre a política local.

Agradeço, mais uma vez, que o façam com correcção, sem ofensas ou injúrias a quem quer que seja. Toda a gente tem direito ao seu bom nome, até prova em contrário.

Diário do Sul recebeu Prémio Gazeta do Clube de Jornalistas

"O Diário do Sul", jornal de grande circulação do distrito de Évora, fundado e dirigido, desde 1969, por Manuel Madeira Piçarra, ganhou o Prémio Gazeta Imprensa Regional. Publicado diariamente, há quatro décadas, numa região carecida de meios de informação sólidos e duradouros, o "Diário do Sul" cumpre, de forma plural, uma importante função social e cultural e é outro significativo exemplo de uma crescente informação regional no nosso País". Assim entendeu o júri, destacando: Em tempos difíceis bateu-se corajosamente pela industrialização regional. No plano cultural foi Diário do Sul o grande animador no apoio aos eborenses que lutaram pela sua Universidade.

Francisco Louçã esteve ontem no distrito de Beja

Num almoço em Serpa, considerou que a cidade “é um bom exemplo de como uma localidade do interior alentejano pode criar vida e desenvolvimento” e afirmou que “o Alentejo tem sido muito descriminado”, frisando que “é possível reverter esta situação”.

Em Rio de Moinhos, no concelho de Aljustrel, recordou que “as minas desta vila alentejana são mais uma das promessas falhadas de José Sócrates”.

Em Almodôvar, defendeu a criação de um “banco de terras”, afirmando que “se a terra não é produzida deve ser entregue, alugada, vendida, cedida a um banco público, onde quem sabe trabalhar a terra, ou um jovem que queira trabalhar a terra, possa fazê-la produzir”.

Comentários recentes

  • Anónimo

    alguém pode dizer onde é este lugar?

  • Anónimo

    Concordo a 1000% com M. Frade.Pode-se, rádios, jor...

  • Quim

    Foi a conclusão que EU tirei. Mas não fui o unico....

  • Anónimo

    voto em branco

  • Anónimo

    voto em branco

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds