Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Feira Nacional da Água e do Regadio começa hoje em Ferreira do Alentejo

A XII Edição da Feira Nacional da Água e do Regadio, organizada pela Câmara Municipal de Ferreira do Alentejo, decorre no Parque de Exposições e Feiras, de hoje até domingo, Colóquios, com um programa, que inclui espectáculos musicais com João Pedro Pais e Pedro Abrunhosa, a VII Mostra de Artesanato dos Concelhos de Alqueva, o I encontro do Emprego e Empreendedorismo e colóquios sobre as energias renováveis, as culturas de regadio e uma sessão pública sobre o Turismo na região.

As crianças vão contar também com um espaço de lazer com insufláveis e muitas actividades.

Centenário de Vasco de Carvalho - destacado resistente antifascista

Colóquio, hoje às 18h30, na Biblioteca Museu República e Resistência (Espaço Cidade Universitária), com São José Almeida (jornalista), José Hipólito dos Santos, Eugénio Mota e Isabel Rebelo (antigos companheiros de Vasco de Carvalho) e Luís Carvalho (investigador e organizador).

Vasco de Carvalho foi líder da Secção Portuguesa do Socorro Vermelho Internacional, entre 1936 e 1939, e depois do PCP, entre 1940 e 1942, até ser capturado pela PIDE. Esteve preso no Aljube, em Caxias e em Peniche.

Continuando a lutar contra a ditadura, apoiou as candidaturas de Norton de Matos e Humberto Delgado, esteve na direcção do Boletim Cooperativista, fundado por António Sérgio, e foi presidente do Ateneu Cooperativo/Fraternidade Operária de Lisboa, que seria encerrado pela PIDE em 1972.

Vasco de Carvalho faleceu aos 97 anos de idade fiel às suas convicções, assumindo-se até ao fim como um marxista-leninista anti-estalinista.

Recebido, por e-mail, de Luis Carvalho luismgcarvalho@gmail.com

Comentários recentes

  • Anónimo

    Já tu estás bem identificado...

  • Anónimo

    Tratas em anónimo, porque cara a cara deves fugir ...

  • Anónimo

    Em termos gerais!

  • Anónimo

    E do PC no início do Rocha, tudo malta do mais cre...

  • Anónimo

    A malta sabe que esta gente da geringonça nunca c...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds