Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando a Liberdade

Comemora-se hoje a passagem dos 35 anos da madrugada libertadora do 25 de Abril.

Naquela data abriu-se uma janela de oportunidades que cada um (partido) tentou aproveitar como pôde e soube.

A (má) situação que hoje vivemos deve-se à política seguida pelos diversos governos constitucionais, sempre no mesmo sentido embora com algumas pequenas nuances, e não devido aquela data libertadora.

Se há bem que resultou do 25 de Abril que ainda perdura, apesar dos diversos atentados de que tem sido vítima, é a LIBERDADE.

Aqui, no Alvitrando, tenho procurado que a LIBERDADE represente um exercício permanente. Julgo que posso afirmar que, hoje, o Alvitrando é reconhecido por todos os que o visitam como um ESPAÇO DE LIBERDADE.

Pena é que alguns, a maioria, não se sintam em condições para exercer a a liberdade de expressão em toda a sua plenitute. Daí o uso tão frequente do anonimato. Infelizmente vai existindo um clima que em nada facilita o exercício dessa prática.

O combate pela LIBERDADE exige coragem, espírito de sacrifício e tem de ser permanente. Renunciar ao exercício desse direito constitucional só facilita os que pretendem limitá-lo.

Foi o medo que permitiu a longevidade da ditadura fascista derrubada no 25 de Abril.

Trinta e cinco anos após o 25 de Abril é tempo de todos assumirmos as nossas responsabilidades e exercermos os nossos direitos.

Espero que, no futuro, alguns dos que aqui comentam sob o anonimato o passem a fazer usando o nome próprio. Se tal vier a acontecer o Alvitrando estará a contribuir para a efectiva cidadania.

"Gente de Cá" lançado hoje em Ferreira do Alentejo

Integrado no programa comemorativo do 35º aniversário do 25 de Abril, tem lugar hoje, às 21 horas, na Biblioteca Municipal de Ferreira do Alentejo, o lançamento do livro “Gente de Cá”, da autoria de Augusto Caetano, editado pela Câmara Municipal de Ferreira do Alentejo, que reúne uma colecção de fotografias desde 1972 até aos dias de hoje, "com gentes e lugares do concelho".

Comentários recentes

  • Munhoz Frade

    Um desabafo como este do Vitor Paixão é um momento...

  • Vitor Paixão

    O seu comentário atesta a minha razão. Atiram para...

  • Ana Matos Pires

    Como dizia o outro "seu grandessíssimo e alternadí...

  • Anónimo

    Perdeu uma boa oportunidade de estar calado porque...

  • Vitor Paixão

    Por vezes dou comigo a pensar se falo, se fico cal...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds