Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Semana Académica de Beja anima a Cidade na próxima semana

As Associações de Estudantes do Instituto Politécnico de Beja realizam a tradicional Semana Académica 2009 nos dias 30, 31 de Março e 1, 2 e 3 de Abril, no Parque de Feiras e Exposições de Beja.

A Semana Académica de Beja é uma iniciativa de cariz associativo e sem fins lucrativos que procura envolver os estudantes das diferentes escolas que compõem o Instituto Politécnico de Beja. 

Para além dos concertos agendados, a Semana Académica de Beja contempla um torneio de Futebol 11 e um torneio de Rugby. No dia 2 de Abril, quinta-feira, irá ocorre o tradicional desfile académico, pelas principais artérias da Cidade de Beja e no final decorre uma Vacada no Picadeiro do Parque de Feiras e Exposições de Beja.

Este ano, as Associações de Estudantes decidiram aumentar o número de dias da Semana Académica e incluíram mais um, sexta-feira dia 3 de Abril, com o patrocínio da Câmara Municipal de Beja, destinando-se a receita de bilheteira ao Centro de Acolhimento Temporário "A Buganvilia".

 

Jerónimo de Sousa acusou o PS de bater os mais negativos recordes da governação dos últimos anos

“A política do engano é o que resta a quem provou não ser capaz de resolver os problemas do país e quem não tem respostas para o futuro. Talvez não seja por acaso que os representantes dos grandes patrões, receosos do crescente isolamento do governo do PS, venham em sua defesa, confirmando a quem serve este governo e a política do PS de José Sócrates”, afirmou Jerónimo de Sousa, nas comemorações dos 88 anos do PCP em Castro Verde, acusando o PS de bater os mais negativos recordes da governação dos últimos anos, que se traduziram no agravamento dos problemas sociais com o avanço galopante do desemprego, da precariedade, da degradação da capacidade aquisitiva dos salários, das pensões e das reformas e do agravamento das situações de pobreza.

“Templo do Azeite”

é um conjunto comercial-museológico, que abriu recentemente na vila do Cano, concelho de Sousel, instalado num antigo lagar de azeite, desactivado desde os anos cinquenta do século passado, que, à função comercial da loja, juntou a componente cultural, convertendo uma parte das instalações do velho lagar em espaço museológico, onde se expõem as alfaias, os equipamentos e os utensílios outrora usados nos lagares de azeite.

“Mas temem os homens livres..."

"A propósito da eleição do próximo provedor de Justiça, todos os termos foram já utilizados. Grave. Preocupante. Uma vergonha. Todos são adequados. A escolha do candidato que se segue fica na dependência de um voto parlamentar com maioria qualificada de dois terços dos deputados. Isto obriga a um entendimento entre partidos. O que podia ser fácil transforma-se num pesadelo democrático... A função encontra-se entre as muito poucas que devem ser acarinhadas. Ainda por cima, num país onde a Justiça é cara, o recurso ao provedor é gratuito. Nascimento Rodrigues espera há oito meses pela sua substituição. PS e PDS não se entendem para designar um nome com dois terços de votos possíveis. Entregaram-se a mais uma quezília inútil que os desprestigia e que destrói as instituições. Pretendem vantagens partidárias, querem-se humilhar reciprocamente e desejam obter uma vitória. Jorge Miranda seria um excelente candidato e certamente, um formidável e independente provedor. Envolver a sua designação em querelas miseráveis é a melhor maneira de corroer as virtualidades da possível designação. Por tudo isto, o Parlamento e os dois grandes partidos não têm perdão... Os partidos receiam cada vez mais a sociedade. Ligam-se a grupos económicos que lhes prometem obras e investimentos, mas afastam-se dos cidadãos. Apreciam quem depende de si. Comovem-se com os caninos e rastejantes. Mas temem os homens livres...".

(António Barreto, Jornal 'Público' de 22-03-09)

Comentários recentes

  • Anónimo

    Foram buscar o antigo imperador JR .....dizem que ...

  • Anónimo

    O Imperador está suficientemente saudável para c...

  • Anónimo

    As odalascas vêm com o calor...

  • Anónimo

    Alguém sabe em que dia desfila o imperador, as oda...

  • Munhoz Frade

    Um desabafo como este do Vitor Paixão é um momento...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds