Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

A tartaruga no poste

«Enquanto suturava um ferimento na mão de um paciente idoso, o médico estabeleceu conversa com ele sobre o País e, como era inevitável, sobre o primeiro-ministro.

A certa altura o paciente disse:
- Bom, o senhor doutor sabe, o primeiro-ministro é como uma tartaruga em cima dum poste...

Sem  saber  o que é que ele queria dizer, o médico perguntou o que queria dizer com isso de uma tartaruga num poste.
E o paciente  respondeu:
- É  quando  o senhor vai por uma estrada, e vê um poste com uma tartaruga tentando equilibrar-se no cimo dele.  Isso é que é uma tartaruga num poste...

Perante a cara de interrogação do médico, o paciente acrescentou:
- Então é assim: "O senhor doutor
- não entende como ela chegou lá;
- não acredita que ela esteja lá;
- sabe que ela não subiu lá sozinha;
- sabe que ela não deveria nem poderia estar lá;
- sabe que ela não vai fazer absolutamente nada enquanto estiver lá;
- e não entende por que a colocaram lá!!!
Perante isto tudo o que temos que fazer é ajudá-la a descer e providenciar para que nunca mais suba, pois lá em cima, definitivamente, não é o seu lugar!»

Recebida por e-mail.

Comentários recentes

  • Anónimo

    1-Não mais há propriedade individual, a terra não ...

  • Anónimo

    Gosto.Categoria de mensagem. Teria a mesma mensag...

  • Anónimo

    Que outros agentes desportivos ... e já agora polí...

  • Munhoz Frade

    Exemplar.

  • Anónimo

    O problema, é que por mais considerações ideológic...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds