Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Orientação incompreensível

No Hospital de Beja, um carro, que transporte uma criança para ser atendida em qualquer um dos seus serviços, pode ser estacionado no seu interior se a criança for acompanhada apenas por um adulto. Se forem dois adultos a acompanhar a criança um deles fica com a criança e o outro tem de retirar o carro para fora do Hospital.

É esta a orientação, que a administração do Hospital transmitiu ao serviço de vigilância e portaria, que é incompreensível.

Se é recomendado que os pais, ou quem os substitua, das crianças internadas ou em atendimento nos serviços hospitalares, as acompanhem, para que elas sofram menos com a situação, porque carga de água o carro que as transporta só pode ser estacionado no interior do Hospital se houver apenas um adulto a acompanhá-las? O que se pretende evitar, com esta orientação é o estacionamento de carros no interior do Hospital e não a presença de pessoas. Então que diferença faz o carro transportar apenas um ou mais adultos?  

 

Comentários recentes

  • Anónimo

    M. Frade, não compreendeu o que petendi dizer com ...

  • Munhoz Frade

    Quis dizer “gerar” e não “gerais”. Não reparei na ...

  • Anónimo

    Seria voltar a focar as questões ligadas ao modo d...

  • Munhoz Frade

    Um pouco de polémica, meu caro ZLG:Sabemos que cau...

  • Anónimo

    É pena que o próprio DA não se tenha interessado p...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds