Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

9ª Mostra Gastronómica, Feira do Tapete e Festival da Empada de Arraiolos

 

A 9ª Mostra Gastronómica do Concelho de Arraiolos

realiza-se, de 24 de Outubro a 2 de Novembro,

no “Arraiolos Multiusos”,

com o objectivo de promover

a gastronomia, o artesanato e o Tapete de Arraiolos,

mas também dos produtos locais de qualidade

– queijos, enchidos, vinhos, mel, doces –

e terá, este ano, um espaço dedicado ao

“1º Festival da Empada de Arraiolos”,

considerada uma referência na gastronomia local.

 

Para mais informação consultar ProgramaGastronomia.pdf

Há motivos para confiarmos num Alentejo melhor

Tempos de crises como os que vivemos convidam-nos a valorizarmos mais o que é mais negativo, acentuam a desesperança e são terreno fértil para as depressões.

No Alentejo, tudo isso se acentua, principalmente nos que vivem mais isolados e com maiores dificuldades.

Nestas alturas, devemos fazer um esforço maior para realçar o que também vai acontecendo de positivo e promissor de um futuro melhor.

Peguemos nalguns exemplos.

No desporto existe um grupo de atletas alentejanos que afirmaram a sua dimensão a nível internacional: Artur Trindade, de Grândola, sagrou-se campeão do mundo de pesca desportiva de mar; Inês Aragão, de Serpa, revalidou o título de campeã europeia de patinagem artística, na modalidade de solo dance, na categoria de infantis; Ana Cabecinha, de Baleizão, bateu o recorde nacional e alcançou um honroso 8º lugar nos 20 km marcha, nos Jogos Olímpicos de Pequim; Luís Gonçalves, de Portalegre, conquistou a medalha de prata nos 400m (paramblíopes) nos Jogos Paralímpicos de Pequim.

Carlos Beato, presidente da Câmara de Grândola, foi agraciado pelo governo com a Medalha de Mérito Turístico.

Maria Leal Monteiro, presidente da CCDR do Alentejo, foi eleita representante de Portugal no Bureau Político da Conferência das Regiões Periféricas Marítimas.

Joaquim Figueira Mestre, da Trindade, director da Biblioteca Municipal José Saramago de Beja, ganhou o Prémio Nacional de Conto Manuel da Fonseca, com a colectânea de contos “Breviário das Almas”.

Foi inaugurado um Pólo da Universidade de Évora em Alter do Chão e está para breve a conclusão da Escola de Turismo de Portalegre.

Mesmo a nível das empresas, têm-se registado alguns acontecimentos que nos permitem acreditar que o tecido empresarial alentejano poderá começar a vencer a sua velha debilidade: A Câmara Municipal de Santiago do Cacém inaugurou no Cercal o 6ª parque empresarial do concelho; foi inaugurada a 1ª fase do Tróia Resort; abriu uma fábrica de cortiça em Mora; o Grupo Valouro inaugurou um matadouro de aves em Alvalade do Sado, completando a fileira da carne de frango que já explorava; A CARMIM – Cooperativa Agrícola de Reguengos de Monsaraz, manteve a liderança de vendas do mercado nacional, em quantidade e em valor, e liderou também as vendas em supermercados, de acordo com o “Índice Nielsen Alimentar - INA”; a Amieira Marina – Empresa de Turismo e Serviços Náuticos ultrapassou as suas melhores expectativas no aluguer de barcos e no número de passageiros nos passeios no Grande Lago de Alqueva; a Somincor ganhou, pelo 3º ano consecutivo, o Prémio de Melhor Empresa do Ano.

E isto para não falarmos dos inúmeros projectos, nas mais diversas áreas, que as autarquias da região estão a executar nem nos projectos estruturantes de que mais se tem falado -Alqueva, Sines e Aeroporto e outras infra-estruturas rodoviárias e ferroviárias

Mas, não queria terminar esta minha crónica sem antes falar de uma acção que poderá ser ilustrativa das mudanças que se estão a operar no Alentejo e que poderão ter impacto positivo no seu futuro.

“Depois de décadas à espera de obras, a Escola Básica da Glória, no concelho de Estremoz, passou a funcionar em melhores condições graças ao empenho dos pais dos alunos que, com o apoio das professoras e educadora de infância, da Junta de Freguesia da Glória e de algumas empresas, conseguiram angariar e investir mais de 30 mil euros na requalificação do edifício e do espaço de recreio e na aquisição de equipamentos.”

Trata-se de um exemplo significativo de que os alentejanos também são capazes de tomar nas suas mãos a resolução de problemas, que o poder institucional não resolve como lhe competia, sem dependência deste.

A iniciativa, ou empreendedorismo de que tanto se fala, e a capacidade de agir com autonomia dos poderes são seguramente uma boa via para fazer o que faz falta e resolver problemas que de outra forma ou não são resolvidos ou são resolvidos fora de tempo.

Com exemplos como os que atrás referi, e muitos outros que podiam ser referidos, e atitudes como esta, que acabo de apontar, temos motivos para acreditar num futuro melhor para o Alentejo.

 

Lido na Rádio Terra Mãe, no dia 22 de Outubro de 2008.

"O Casão" no Festival de Gastronomia de Santarém

O restaurante de Vila Nova da Baronia, "O Casão", foi o escolhido para servir o almoço da Turismo Alentejo, ERT, que ontem teve lugar no Festival de Gastronomia de Santarém.

A foto de cima mostra o João a receber as recordações e as felicitações do presidente da Comissão Instaladora da Turismo Alentejo, com o Grupo Rastolhice no palco. A foto ao lado mostra a ementa do almoço que foi servido.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Fartura de partidos! Tudo quanto é demais não pres...

  • Anónimo

    Tem razão! No entanto é necessário não perder voz,...

  • Anónimo

    Foram buscar o antigo imperador JR .....dizem que ...

  • Anónimo

    O Imperador está suficientemente saudável para c...

  • Anónimo

    As odalascas vêm com o calor...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds