Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Lixo orgânico vai ser tratado

e depois servirá para a produção de fertilizantes agrícolas e florestais.

Na região de Beja, as soluções para a recolha e tratamento do lixo orgânico já estão a ser pensadas e Pedro Sobral, técnico da ResiAlentejo, adiantou que "em princípio vão ser juntos os três sistemas de recolha existentes" e que "neste momento está feita uma candidatura que contempla a recolha junto dos grandes produtores" e que "esta é apenas uma solução, a outra será efectuada ao nível mecânico e biológico, numa estação onde será feita a separação dos materiais que não são orgânicos".

“Âncoras do Guadiana”

é o nome de um projecto, cuja candidatura ao PROVERE, apresentada pela Câmara Municipal de Mértola, foi aprovada e que tem como principais objectivos a navegabilidade no rio Guadiana e a conservação da Natureza e da Biodiversidade, visando melhorar a competitividade territorial de Áreas de Baixa Densidade que possam dar valor económico a recursos endógenos e tendencialmente inimitáveis.

 

850 Anos da Conquista de Alcácer do Sal

O dia 24 de Junho, que já foi escolhida alguns anos atrás como data do Feriado Municipal de Alcácer do Sal, assenta na Crónica Portuguesa Medieval, dos Anais de D. Afonso Henriques, onde é afirmado que foi nessa data, que a nossa cidade foi conquistada aos muçulmanos, no ano de 1158. – Assim começa uma edição da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, intitulada “ALCÁCER DO SAL NO FINAL DO PERÍODO ISLÂMICO (Séculos XII-XIII): Novos Elementos sobre a 1ª Conquista Portuguesa”, da autoria de António Rafael Carvalho, que pode ler aqui.

 

Movimento de Defesa da Integração no Alentejo Central

Não tendo o Governo, até ao momento, realizado qualquer acção no sentido de cumprir o comprometido com o Presidente da Câmara e o povo do Concelho de Mora, a Câmara Municipal de Mora aprovou a criação de um “Movimento de Defesa da Integração do Concelho de Mora na NUT III – Alentejo Central (Distrito de Évora” que terá como objectivos exigir e pressionar uma rápida alteração do Decreto-Lei 68/2008 de 14 de Abril, que serve de base à constituição das NUT’s III e que o Concelho de Mora seja recolocado nos organismos descentralizados do Alentejo Central, dos quais, ao longo destes anos, foi sendo sucessivamente afastado.

 

Para onde vai o PS?

- perguntam os militantes do PS, Joaquim Sarmento, Jorge Silva, João Botelho, Paula Rodrigues e Júlio Barbosa, um texto que publicaram e onde entre outras denúncias, escreveram:

O estado da Nação é deplorável, transformado em areópago dos escribas do regime, dos jurisconsultos que dão pareceres a preços de oiro, substituindo-se às instituições que não decidem por si, nem assumem as suas responsabilidades.

Há dois países, “o país real e o país nominal” (Alexandre Herculano), o país dos que têm poder económico e político, as mordomias, os salários chorudos e o país dos cidadãos que vêem com pavor o seu nível de vida a afundar-se, sem rendimentos para pagar as prestações da casa e os alimentos essenciais. O Portugal do triunfo das desigualdades, da exclusão e da pobreza clama por um verdadeiro Partido Socialista que lute contra a total submissão ao poder económico.

 

Pág. 1/7

Comentários recentes

  • Anónimo

    Não podes estar mais longe. O eterno e sempre à mã...

  • Anónimo

    Se há tanta clarividência acerca da geringonça com...

  • Anónimo

    Sem dúvida, sobretudo os grandes interesses capita...

  • Anónimo

    Tal e qual ... até que enfim que alguém vai ao cer...

  • Anónimo

    Esta técnica de mal-dizer é cronicamente utilizada...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds