Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Portugal nos quartos-de-final do Euro 2008

Apesar de ainda faltar o jogo com a Suiça, Portugal já garantiu o 1.º lugar do Grupo A do Europeu de futebol, graças à vitória sobre a República Checa, por 3-1, e da vitória da Turquia sobre a Suíça por 2-1.

Os golos da Selecção Nacional foram marcados por Deco, Cristiano Ronaldo e Quaresma, tendo Cristiano Ronaldo e Deco tido intervenção em todas as jogadas de que resultaram golo.

Cristiano Ronaldo foi considerado o melhor jogador em campo, mas também Deco e Nuno Gomes voltaram a jogar muito bem.

 

As contradições da globalização

Quando se pensa que a globalização só serve os interesses do capital, designadamente das multinacionais, e se promovem manifestações contra ela, eis que a revolta dos "pescadores" e dos "camionistas" mostra que também pode servir os interesses de outros sectores.

Quando os trabalhadores e os sectores não monopolistas, como os micro, pequenos e médios empresários, ganharem suficiente consciência da importância do seu papel num mundo global em mudança, a(s) revolta(s) transformar-se-á em revolução e, então, o mundo poderá ser efectivamente diferente, para melhor.

As gotas de água

que estão a fazer entornar o copo da estabilidade política da maioria absoluta, surgiram de onde, provavelmente, o governo menos esperava: de empresários, com o apoio dos seus trabalhadores, da pesca, primeiro, e dos camionistas, agora.

Sempre disse que a estabilidade política de um país não resulta da maioria parlamentar que que suporta o governo mas da correcção da sua política e da adequação das suas políticas às necessidades do país e das expectativas dos seus cidadãos.

Entender uma maioria absoluta como uma ditadura da maioria é um erro básico, que o PS e José Sócrates insistiram em cometer, mostrando terem aprendido pouco com o PSD e Cavaco Silva... 

A festa da democracia

Ainda, certamente, se lembram de quando José Sócrates falava n' a festa da democracia sempre que era confrontado com alguma manifestação de protesto.

Agora, prefere dizer que os múmeros de manifestantes não contam e que não alterará as suas políticas em função das mesmas.

Mas o certo é que já alterou a lei dos partidos quando o PCP reuniu 50 mil pessoas a protestar contra ela, alterou a política de educação quando 100 mil professores (2/3 do total) se manifestaram contra ela e, certamente, que não conseguirá fazer as alterações que pretende ao Código do Trabalho porque mais de 200 mil trabalhadores se manifestaram contra elas em Lisboa e continuarão a manifestar por todo o país.

Também os inúmeros abaixo-assinados e petições que têm sido entregues na Assembleia da República e na Presidência da República vão, mesmo quando não parece, abrindo brechas no muro da arrogância e caminhos para novas políticas. 

É esta, de facto, a Festa da Democracia!

Portugal sitiado

O país está, de facto, em estado de sítio: não há liberdade de circulação nem do exercício do direito ao trabalho no todo nacional; o que resta do aparelho produtivo nacional está a ser arruinado; faltam combustíveis num número crescente de postos de abastecimento e no aeroporto de Lisboa e começam a faltar bens de primeira necessidade; o país inteiro começa a parar.

O estado de sítio não foi declarado por falta de autoridade de quem mostra muita arrogância. Nem sequer foi criado um gabinete de crise...

O governo informa que não tem nada a dizer e o Presidente da República diz que não é oportuno falar mas que está a acompanhar o que se está a passar, talvez por má consciência e lembrança do buzinão...

TC detecta pagamentos ilegais na Universidade Évora

Uma auditoria do Tribunal de Contas (TC) à Universidade de Évora, relativa a 2005, detectou a realização de despesas ilegais na aquisição de bens e serviços, por falta de autorização prévia, no valor de cerca de 50 mil euros e resultantes da celebração de 17 contratos de avença, da responsabilidade do reitor e dos vice-reitores e dos membros do Conselho Directivo das Áreas Departamentais e responsáveis pelos centros e projectos de investigação.

 

Castelo de Amieira do Tejo reabriu ontem

O castelo de Amieira do Tejo (Nisa) reabriu as suas portas aos visitantes, no Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades, após ter estado encerrado durante dois anos, por falta de condições de segurança.

A reabertura tornou-se possível graças a um acordo entre a Câmara Municipal de Nisa, que assumiu a gestão do espaço e recursos humanos, e a DRCA, que tutela aquele Monumento Nacional e assumiu o compromisso de melhorar as condições de acesso à Torre de Menagem e de intervir no espaço de modo a implementar um núcleo interpretativo, subordinado à influência das Ordens de Malta e dos Hospitalários.

 

VIII Feira do Campo em Aljustrel

A VIII Feira do Campo realiza-se, de 12 a 15,

no Parque de Exposições e Feiras de Aljustrel,

organizada pela Câmara Municipal de Aljustrel,

para mostrar aquilo que de bom se faz na região,

no âmbito das actividades económicas, produtos

regionais, artesanato, mostra de gado e tasquinhas.

Rouxinol Gaduncho, Martinho da Vila e Clã

são os artistas convidados da Feira,

cujo Programa inclui ainda animação constante de numerosos grupos musicais, onde a cultura popular marca também uma presença forte e de qualidade.

 

Ambientalistas criticam autorização para ensaios com milho transgénico no Alentejo

A "Plataforma Transgénicos Fora" criticou a autorização concedida pelo Ministério do Ambiente para a realização de ensaios experimentais com milho geneticamente modificado, em Monforte e Ferreira do Alentejo, alertando que "o terreno experimental de Monforte localiza-se numa área classificada pertencente à Rede Natura 2000", que em Ferreira do Alentejo não se cumpriram as regras básicas da consulta pública que precedeu a autorização e que a saúde humana também "está em causa com estes testes devido à apicultura, abelhas e colmeias".

 

Comentários recentes

  • Anónimo

    Tens toda a razão. Já cá faltava a patetice da com...

  • Anónimo

    Vote no PAN.

  • Anónimo

    Já cá faltava a patetice da habitual comparação co...

  • Anónimo

    alguém pode dizer onde é este lugar?

  • Anónimo

    Concordo a 1000% com M. Frade.Pode-se, rádios, jor...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds