Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

EDIA poupou 8,2 milhões de euros

Zé LG, 26.03.08

com a adjudicação de todas as obras lançadas em 2007 em valores inferiores aos preços-base dos concursos públicos, que resultou do desvio entre os 63 milhões de euros das seis obras adjudicadas e o custo total dos preços-base, que ascendia 71,2 milhões de euros.

A EDIA "tem tudo projectado" e "os prazos das várias obras", em execução ou a lançar, "serão rigorosamente cumpridos" para "respeitar o novo calendário definido", ou seja, até 2013, afirmou Henrique Troncho, presidente do Conselho de Administração, ao fazer o balanço de 2007 e apresentar as perspectivas para o futuro.

Selmes inaugura equipamento de assistência social

Zé LG, 26.03.08

A Associação de Beneficência de Selmes e Alcaria inaugura, esta tarde, as instalações na freguesia de Selmes, cedidas e equipadas pela Câmara Municipal da Vidigueira.

A Associação fica responsável, numa primeira fase, pelas refeições dos alunos do 1º ciclo do ensino básico, passando a funcionar, posteriormente, como Centro de Dia, com fornecimento de alimentação, tratamento de roupa e higiene pessoal, e com o apoio domiciliário, até final do ano, se tudo correr como previsto.

"PCP teria ganho com imagem de abertura”

Zé LG, 25.03.08

"A situação do PCP é hoje mais pobre", com "a expulsão de alguns, o auto-afastamento de uns e a inactividade de outros".

"Há uma paz podre", que levou "ao afastamento de muitos quadros".

Esse fenómeno de exclusão "é uma das pechas PCP”.

O "PCP teria ganho com a integração das vozes dissonantes, com um reforço da coesão interna, com a imagem de abertura”.

"Não perfilho a tese das folhas secas ou da ideia de mais vale poucos e bons".

Com a liderança de Jerónimo de Sousa, que "é um bom comunicador, tem uma imagem de homem sério e íntegro”, "houve uma certa pacificação do partido".

"O PCP tem tido uma intervenção activa na vida política. Tem sabido mostrar a sua voz para tentar mostrar que existe uma política de alternativa e não apenas de alternância" à que tem sido seguida.

 

Estas são algumas opiniões minhas, que o jornalista Nuno Simas retirou de uma conversa comigo e usou em três notícias que a Agência Lusa distribuiu pelos órgãos de comunicação social, que as usaram como entenderam.

A Pão e Laranjas na Vidigueira

Zé LG, 25.03.08

A Câmara Municipal de Vidigueira realiza,

nos dias 28, 29 e 30,

o Festival Gastronómico a Pão e Laranjas,

que integra a 5ª Mostra de Pão e Doçaria Tradicional.

O festival é associado à imagem de Vasco da Gama,

procurando recriar o quotidiano

da época dos descobrimentos,

desenvolvendo-se num ambiente quinhentista,

tendo como fundo o bulício dos mercados,

proporcionando uma lição de história ao vivo.

Ver programa aqui.

ENCINAL na OVIBEJA 25 Anos, no Ano Internacional do Montado

Zé LG, 25.03.08

A primeira reunião, em Portugal, do Fórum Para a Defesa e Conservação do Montado – ENCINAL, apresentado na Feira de Zafra e que a ACOS subscreveu, realiza-se durante a OVIBEJA 25 Anos, no próximo dia 28 de Abril, acompanhada de outras iniciativas, entre as quais a plantação simbólica de 25 sobreiros e azinheiras, tendo em conta que 2008 foi eleito o Ano Internacional do Montado, enquadrada no Dia da Cooperação Transfronteiriça.

Quercus denuncia abate ilegal de azinheiras no Alentejo

Zé LG, 25.03.08
A Quercus acusa empresários espanhóis de promoverem o abate ilegal de centenas de azinheiras no Alentejo (no Monte Espada, entre Santiago do Cacém e Aljustrel, e na Herdade da Ínsua, localizada junto ao rio Guadiana, no concelho de Serpa) e "exige uma peritagem e o embargo efectivo da acção, devendo ser reposta a legalidade com a plantação de novas azinheiras e interditando a plantação de olival intensivo pelo período de 25 anos".

“Barranco do Poço dos Frangos” vai ser requalificado

Zé LG, 24.03.08

A Câmara Municipal de Beja aprovou o projecto de protecção e valorização paisagística do troço do “Barranco do Poço dos Frangos”, situado na ligação na Expansão do Bairro Nossa Senhora da Conceição e a Quinta D'El Rey, fazendo o atravessamento da Rua D. Afonso III, que deverá arrancar este ano, com um custo de 400 mil euros.

"Há situações graves" na ETAR de Santo André

Zé LG, 24.03.08

Trabalhadores, que estão greve desde 6 de Fevereiro, da SISAQUA, que presta serviços na ETAR da Ribeira de Moinhos, em Santo André, estiveram hoje concentrados à porta da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), enquanto uma delegação de sindicalistas do SINQUIFA reuniu com Carlos Graça, Delegado Regional da ACT, que revelou à Rádio Voz da Planície que “há situações graves na higiene e segurança no trabalho, existindo já procedimentos contra-ordenacionais contra a SISAQUA” e que continuam as averiguações “sobre eventuais ilícitos no processo de greve”.

Ministro do Ambiente em Portalegre

Zé LG, 23.03.08

O ministro do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional, Francisco Nunes Correia, e o secretário de Estado do Ambiente, Humberto Rosa, vão estar, amanhã, em Portalegre, a convite da Valnor, para inaugurar a Estação de Transferência, Triagem e Tratamento de Resíduos de Construção e Demolição daquela cidade.

A QUERCUS vai começar a recolha de rolhas de cortiça

Zé LG, 23.03.08

em restaurantes, já em Abril, e em escolas e hipermercados, a partir de Junho, onde serão localizados depósitos para recolha.

Com este projecto, inserido numa iniciativa mais ampla - o «Condomínio da Terra» que encara o Planeta como uma casa comum, onde os bens devem ser geridos em conjunto - a QUERCUS quer aplicar o dinheiro resultante da reciclagem na plantação de árvores e na gestão de habitats e espécies, plantando um milhão de árvores nos próximos cinco anos, criando 100 novas reservas biológicas e restaurando 10 quilómetros de rios e ribeiras.

Combater o despovoamento e a desertificação do Alentejo

Zé LG, 21.03.08

Há muitos grandes investimentos em curso no Alentejo.

Uns são resultado da iniciativa privada, outros da responsabilidade do Estado e outros, ainda, de parcerias público-privado.

Uns são completamente nacionais, outros completamente estrangeiros e outros, ainda, integram as duas componentes.

Alguns já estão a ser concretizados no terreno, outros estão em projecto, em diferentes fases, e outros ainda estão em fase de pré-projecto.

Os PIN’s – Projectos de interesse Nacional, a revisão de PDM’s e de outros planos de ordenamento têm facilitado o aparecimento e aprovação de muitos desses projectos.

Muitos outros projectos poderiam já estar no terreno não fora o atraso, de mais de um ano, registado na entrada em funcionamento pleno do QREN e do Programa Operacional do Alentejo e na consequente aprovação de financiamentos.

Entretanto, se apreciarmos bem como esses investimentos são implantados no terreno e, depois, como são ou vão ser explorados concluiremos que as consequências para a dinamização da economia local, mas, principalmente, para a criação de emprego e uma maior justiça social na região não são tão significativas como se poderia esperar.

Veja-se o que se passa com as centrais solares ou a plantação de olivais, só para dar dois exemplos.

As centrais solares só ocupam meia dúzia de postos de trabalho, a maior do mundo ocupa duas dezenas.

Com os olivais passa-se, mais ou menos, a mesma coisa. Ainda na última campanha os espanhóis experimentaram uma máquina de apanha de azeitona que, sozinha com dois operadores, substitui duzentos trabalhadores.

Serão novos projectos inovadores e que acrescentem valor aos produtos regionais que poderão contribuir para aqueles objectivos.

É neste contexto que alguns projectos vindos a público ganham um maior impacto.

O papel que o CEBAL – Centro de Biotecnologia do Baixo Alentejo e Alentejo Litoral poderá desempenhar na investigação que leve à transformação de resíduos de produtos regionais em novas matérias-primas, que poderão gerar novas áreas de negócio de elevado valor acrescentado, e a eventual construção, em Alvito, de uma central de biomassa para aproveitar os resíduos do bagaço da azeitona para produção de energia, que já hoje é aqui tratado, podem ser apenas dois bons exemplos.

Projectos deste tipo e outros de micro e pequenas empresas e a entrada em funcionamento e, consequente, aprovação de financiamentos de projectos poderão contribuir mais para combater o despovoamento e a desertificação do Alentejo do que alguns daqueles projectos. 

Naturalmente que se a gestão dos fundos comunitários for feita como no anterior Quadro Comunitário de Apoio, que deixou arrastar o tempo para só agora informar os agricultores e outros empresários da Serra de Serpa que os seus projectos de electrificação rural não vão ser financiados, a fixação das pessoas à terra, o desenvolvimento sustentado do mundo rural, o combate ao despovoamento e à desertificação do Alentejo, embora soando bem não passarão de expressões ocas e vazias de conteúdo.

Vamos ver se é desta que o Alentejo dá o salto para o desenvolvimento, que tanto ambicionamos, ou se, mais uma vez, vamos continuar a ser apenas terreno fértil para projectos muito interessantes mas que não contribuem para aquela justa ambição do povo alentejano…

 

Lido na Rádio Terra Mãe, em 19.03.2008.

“Uma espécie de corrida de montanha....na planície alentejana!”

Zé LG, 21.03.08

é o lema da IX Corrida do Montado, uma das poucas corridas de natureza que se realizam no nosso país, que vai decorrer no próximo Sábado, tendo como cenário os caminhos rurais, nos arredores de Alvito, promovida pelo Clube de Natureza de Alvito e integrada na Taça de Montanha da Associação de Atletismo de Beja.

Paralelamente à Corrida do Montado realiza-se uma marcha para “caminheiros” e pequenas provas a pensar nos mais novos, sendo esperados cerca de 150 participantes numa corrida que está de regresso, depois de um interregno nos últimos dois anos.

Posto de Turismo de Alvito recebeu menos visitantes em 2007

Zé LG, 20.03.08

A Região de Turismo Planície Dourada recebeu,

em 2007, mais (6% em relação a 2006) visitantes

nos seus Postos de Turismo,

num total de 61.711.

Os Postos de Turismo que registaram

subidas mais notáveis foram

Vidigueira (43%) e Barrancos (42%)

enquanto os que registaram maior quebra foram

os de Almodôvar e Alvito.

Espera-se que a Câmara Municipal apure e explique as razões desta quebra, que contraria as subidas registadas nos últimos anos.

Fluviário de Mora atinge os 210 mil visitantes

Zé LG, 20.03.08

um ano após ter aberto as portas ao público, e festeja, amanhã, o seu 1º aniversário, com teatro, circo e entradas gratuitas para jovens e idosos, e será inaugurada a exposição «Peixes Migradores», no seu espaço expositivo.

Parabéns pelo aniversário e, principalmente, pelo notável êxito!