Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Insinuações da “maior baixeza moral”

“O Governador Civil de Beja reagiu agora às afirmações do antigo presidente da Câmara de Alvito. Sobre os comentários de natureza politica não responde. Em matéria de ética Manuel Monge afirma que “não aceita lições” de Lopes Guerreiro.
Lopes Guerreiro afirmou que as posições de Manuel Monge indiciam a “transformação do Governo Civil numa espécie de comissão eleitoral do PS para as próximas autárquicas”. O Governador não reconhece “autoridade” a Lopes Guerreiro para “dar conselhos” nem admite lições. Lopes Guerreiro “entra por uma questão muito complicada, de grande melindre”, lamenta Manuel Monge. O representante do Governo na região não aceita que seja equacionado o controlo dos processos eleitorais autárquicos pelo Governo Civil. “A insinuação é do pior gosto e da maior baixeza moral”, disse, na Rádio Pax, Manuel Monge.”

 

O Governador Civil de Beja reagiu, agora, ao comentário que fiz aqui, há uma semana, em que questionei e critiquei a sua intervenção política.

O Governador Civil mostrou ser lento e reagir mal à crítica política.

Fugindo a responder às questões políticas, que coloquei, refugiou-se numa pretensa lição de moral e ética. Ele lá saberá porquê…

Recordo, a propósito, que foi o Governador Civil, e não eu, que usou os deficientes como arma de arremesso política na criação de um conflito institucional com a Câmara de Beja, que insiste em alimentar, pelo que, quanto a baixezas ou superioridades morais, estamos conversados…

Escoural sai à rua contra o encerramento das Grutas

A população de Santiago do Escoural manifesta-se, esta tarde, em defesa da reabertura das Grutas e do Centro Interpretativo.

O comércio de local já sente as consequências do encerramento das Grutas, segundo António Coelho, secretário da Junta de Freguesia local, que dá voz à denúncia (ouvir).

As grutas estão encerradas desde Abril de 2007 e contavam com 20 mil visitantes anuais.

14º Congresso do Alentejo para abrir “Caminhos do Futuro”

O 14º Congresso do Alentejo, que decorrerá em Beja nos dias 14 e 15 de Junho, sob o lema “Caminhos do Futuro”, foi apresentado na Casa do Alentejo em Lisboa.

A Comissão Permanente do Congresso defendeu que se “pretende que este seja aberto e participado” e que no contexto de profundas mudanças, “a regionalização assume um papel particularmente relevante como instrumento de enquadramento da acção transformadora”, com vista à promoção do desenvolvimento do Alentejo.

Francisco Santos, presidente da Câmara de Beja, referiu que “é altura de deixar de continuar a carpir mágoas”, e que este “não vai ser um congresso do choradinho”.

Luís Serrano, presidente do Nerbe, defendeu que esta iniciativa “deve unir os alentejanos, porque não é feita por e para este ou aquele grupo”.

Francisco Costa, representante da Câmara de Évora, afirmou que o congresso “é uma organização plural, que não vai continuar a discutir lamentos”.

“Declaração de Olivença”

foi assinada por nove municípios do Alentejo e da Extremadura (Espanha), no sentido de avançarem para a criação de uma euroregião, que venha a funcionar como lobby junto das entidades decisoras e apresentar uma candidatura ao programa Interreg com a intenção de contribuir para o desenvolvimento económico das duas regiões ibéricas.

A festa em honra de Nossa Senhora de Guadalupe

realiza-se em Serpa, de 21 a 25, com o programa que pode consultar aqui.

 

No Domingo de Páscoa, “um dos pontos altos da festa é o participado cortejo histórico-etnográfico, desfile em que centenas de figurantes a pé e em carros alegóricos recriam a evolução histórica do concelho e mostram os usos e costumes locais (organizado pela Câmara Municipal de Serpa com a participação de centenas de voluntários, funcionários da autarquia, movimento associativo e juntas de freguesia do concelho)”.

10ª Feira do Queijo de Rio de Moinhos

realiza-se nesta freguesia do concelho de Borba, entre os dias 21 e 23, tendo como principais objectivos "a promoção dos queijos produzidos no concelho, de outros produtos regionais considerados de interesse e a dinamização e o desenvolvimento do município e da região Alentejo".

O programa pode ser consultado aqui.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Ah, estamos bem... temos taxas de água, esgoto e l...

  • Zé LG

    Se não disser do que se trata ficamos na mesma, se...

  • Anónimo

    Estranho, sim...

  • Anónimo

    Sem dúvida.Um autentico murro no estomago no todo ...

  • Anónimo

    Concorso, embora há um senão, que não foi esclarec...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds