Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

"Crónica do Regicida Invisível - Alfredo Luís da Costa"

é um livro do jornalista Paulo Barriga, escrito a convite da Câmara Municipal de Castro Verde sobre um "filho da terra", que nasceu na freguesia de Casével "mas que ninguém conhecia", que foi apresentado, ontem, no Fórum Municipal.

Cem anos após o assassinato do rei D. Carlos e do príncipe herdeiro D. Luís Filipe, Paulo Barriga, num "exercício jornalístico, puro e duro", "como se os protagonistas não existissem na lonjura de um século, mas sim nos tempos correntes", escreveu três reportagens para narrar "a biografia possível de Alfredo Luís da Costa", o "esquecido" e "verdadeiro mentor" do regicídio.

Festival Terras sem Sombra regressa a Alvito

Dia 2 realiza-se, pelas 21h00, na Igreja Matriz de Nª Srª da Assunção, em Alvito, um concerto com o agrupamento Ensemble Alpha intitulado Dois mundos: Oriente/ Ocidente na Bacia do Meditarrâneo, integrado no Festival Terras sem Sombra – Festival de Música Sacra do Baixo Alentejo, promovido pelo Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese de Beja e pela Arte das Musas, com o apoio da Direcção-Geral das Artes do Ministério da Cultura, de um conjunto de entidades e dos municípios de Almodôvar, Alvito, Beja, Castro Verde, Mértola e Santiago do Cacém.

"Redução do défice feita à custa dos mais desfavorecidos"

O economista Eugénio Rosa efectuou um estudo e concluiu que “a redução do défice, em 2007, foi feita também à custa dos desempregados e dos reformados”, que "o Governo no lugar de optar por um combate mais eficaz à fraude e evasão no pagamento de contribuições à Segurança Social, optou por reduzir as pensões, mesmo as mais baixas, e diminuir os apoios aos desempregados".

"Quero estrelas"

"Depois desta referência, vou ser ainda mais rigoroso. Vou seleccionar mais (a clientela) e tentar ter mais qualidade. Quero estrelas. Isto é uma grande responsabilidade para mim e não me vou colocar à sombra da bananeira",

afirmou Ernesto Ferro ao semanário Correio Alentejo,

de 25 deste mês, a propósito da inclusão de "A Varanda" no "Guia Michelin 2008".

 

"O turismo pode, de facto, ser uma mais-valia para a região. Mas têm de ser criados mais empreendimentos e divertimentos. Porque as pessoas podem estar fartas de andar nas grandes cidades, mas também não vêm para o Alentejo para se sentar à sombra de uma azinheira",

advertiu ainda.

Pág. 11/11

Comentários recentes

  • Anónimo

    Num país em que o maior trambiqueiro político está...

  • Anónimo

    Uma vida saudável depende de muitos outros factore...

  • Zé LG

    A alimentação não é um factor importante para uma ...

  • Anónimo

    Porreiro, pá!É ver para crer!

  • Anónimo

    Acha mesmo?Talvez a surpresa maior venha a ser a d...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds