Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

O “broncopublicitário”de “Évora, Concelho de Excelência”

Zé LG Zé LG, 27.01.08

Já começou a pré-campanha eleitoral para o Município de Évora.

Quem melhor para dar o tiro de partida do que Monarca Pinheiro, que no seu texto publicitário “Évora – Um rumo de desenvolvimento”, publicado no Diário do Sul, pergunta ameaçadoramente: “quem tem coragem de pôr em causa ou de não apoiar a continuação e desenvolvimento do Projecto “Évora, um Concelho de Excelência”?

No seu texto laudatório, começa por atribuir a José Ernesto Oliveira a “visão de futuro… que marca um rumo de desenvolvimento” em termos de “decisões de fundo”, “obras municipais”, “criação de condições para o investimento privado, bem como… a atracção de novos empresários-empreendedores”, como se ele fosse um deus todo-poderoso e único responsável por tudo o que de bom tem acontecido em Évora.

Passa depois a enunciar um conjunto de “empreendimentos privados e municipais concluídos ou em marcha”, incluindo alguns travados ou parados, durante anos, pela gestão do PS, como a recuperação do Mercado 1º de Maio, a revisão do PDM, a recuperação do Rossio de São Brás, a construção do Complexo Desportivo Municipal, a criação do Parque de Feiras e Exposições.

E, finalmente, aponta mais outro conjunto de ideias, que dificilmente serão executadas na próxima década, que farão de Évora não só a capital do Alentejo mas também (quem sabe?) a capital de Portugal e arredores. Lisboa, Madrid e (quem sabe?) Bruxelas que se cuidem…

Na sua ânsia de demonstrar que “não se vislumbram alternativas credíveis dentro ou fora do espectro político que inspira e suporta este Projecto” alarga a responsabilidade política de José Ernesto Oliveira, para além do período em que preside ao Município, até 1977.

Ou seja, até ao período em que presidiu à CCRA, dando, desta forma, razão aos que o acusavam de usar aquelas funções públicas para preparar a sua candidatura à Câmara Municipal…

E, a terminar o seu texto panfletário, Monarca Pinheiro, para desfazer algumas dúvidas nalguns espíritos menos crentes, garante que “daqui a dez, vinte anos, quem cá estiver pode confirmar as muitas e criativas mudanças semeadas umas, outras em crescimento, … senão desbaratarem este património”.

Para evitar que tal desastre aconteça, apela aos “jovens, mulheres e homens entre os trinta e os quarenta anos”, “Que não se rendam” e “Que vençam” os que se atrevam a duvidar de tanta fartura, a quem chama “broncobloqueadores do nosso desenvolvimento”.

Só mesmo alguém com “a estultícia, o conservadorismo, o umbiguismo” de Monarca Pinheiro seria capaz de publicar um texto tão broncopublicitário de “Évora, Concelho de Excelência”…

Um pouco mais de modéstia e de respeito pelos adversários e pela inteligência das pessoas não ficava mal a quem tanto escreve sobre “Cidade e Cidadania”…

 

Lido na Rádio Terra Mãe, em 24 de Janeiro de 2008

Campeonato Distrital de Estrada

Zé LG Zé LG, 27.01.08

decorreu esta manhã,

em Vila Nova da Baronia,

com concentração junto à Casa do Povo,

organizado pela Associação de Atletismo de Beja,

com patrocínio da Câmara Municipal de Alvito,

apoio técnico do Clube da Natureza

e apoio dos Bombeiros Voluntários e GNR de Alvito,

com provas abertas a todos os escalões. 

CRIRA comemorou o 1º centenário

Zé LG Zé LG, 27.01.08
O Centro Republicano de Instrução e Recreio Aljustrelense (CRIRA), fundado em 20 de Janeiro de 1908, comemorou os seus primeiros 100 anos de existência com um vasto programa de iniciativas, que hoje termina.