Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Por isso vamos continuar a batalhar

Francisco Santos, presidente da Câmara Municipal de Beja, eleito pela CDU, na entrevista que deu ao “Alentejo Popular”, a que já nos referimos aqui, foi igual a si próprio: Frontal, directo, sem fugir às questões, optimista e confiante nos resultados do trabalho que está a comandar.

 

Transcrevo a seguir algumas das suas frases mais fortes:

“No final de 2009 pensamos ter o nosso programa eleitoral não só cumprido mas também ultrapassado”.

Estamos a “transformar o ensino em Beja num ensino de excelência”.

“… temos um plano de regeneração urbana a apresentar ao Quadro Comunitário de Apoio...”

“… vamos fazer crescer a cidade sobretudo para a zona Nascente, muito por influência do aeroporto que é na zona Oeste, os novos parques industriais serão a Norte e Oeste… à volta da zona do aeroporto vamos criar uma grande zona de actividades económicas.”

“… se tudo correr como previsto, até ao final de 2008 temos o PDM aprovado pela Assembleia Municipal…"

“Este PDM … não é só um instrumento de ordenamento do território mas também um plano estratégico para o concelho de Beja.”

“Há uma série de intenções de projectos … desde a área da metalomecânica pesada até à aeronáutica, passando por uma fábrica de pilhas e empreendimentos turísticos e energia fotovoltaica.”

“Sendo uma zona deprimida, … não compreendo que se pague portagens para utilizar o IP8”

“Como é que se faz um aeroporto e a estrada para servir esse aeroporto … só estará pronta três anos depois? Temos uma via férrea que está obsoleta e que nem se pensa modernizar nos próximos tempos… Por isso vamos continuar a batalhar.”

“Quem não teve estratégia foi quem não ganhou as eleições… Mas quem não teve estratégia no passado também não tem para o futuro.”

“… sei que estamos muito melhor politicamente do que antes das últimas eleições.”

“… se realizassem hoje eleições, nós ganharíamos com maioria absoluta, de certeza!”

“Se o PS não ganhou as eleições em 2005 não vai ganhá-las agora.”

IV Encontro de Empresários do Concelho de Mértola

Organizado pela Câmara Municipal, realiza-se no dia 5, no Salão dos Bombeiros Voluntários com o objectivo de potenciar a troca de experiências e dar a conhecer as ferramentas de apoio e incentivos às empresas.

Às 15h00 decorre a sessão de abertura, com a participação do presidente da Câmara Municipal de Mértola, Jorge Pulido Valente, da presidente da CCDRAlentejo, Maria Leal Monteiro, e do director da ADRAL, Luís Cavaco.

Dora Maio, técnica da autarquia de Mértola, apresenta “O papel dos gabinetes de apoio ao desenvolvimento económico no apoio ao tecido empresarial”, Paula Paulino, técnica da ADRAL, as “Ferramentas de apoio ao empresário do Baixo Alentejo” e António Cebola, do IAPMEI, “Os Incentivos às empresas no âmbito do QREN 2007-2013”.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Não senhor! O desenvolvimento do Baixo Alentejo ar...

  • Anónimo

    E não é só o hospital, a cidade e a região também ...

  • Anónimo

    Afinal é ou não verdade que o Hospital de Beja “co...

  • Zé LG

    Contactando a CMB. Mas atenção à data da notícia.

  • Anónimo

    Servirá sobretudo e na melhor das hipóteses, para ...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds