Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Parabéns pela iniciativa!

O presidente e os vereadores da Câmara Municipal de Ferreira do Alentejo estão a reunir com os executivos municipais dos sete concelhos limítrofes (Alcácer do Sal, Alvito, Aljustrel, Beja, Cuba, Grândola e Santiago do Cacém), com o objectivo de dinamizar a colaboração entre estes Municípios com vista à identificação de projectos comuns e ao desenvolvimento de candidaturas de cariz inter-municipal ao QREN.

Aníbal Costa, presidente da Câmara Municipal de Ferreira do Alentejo, considera que é fundamental uma maior cooperação entre os municípios “vizinhos”, tanto mais que o QREN privilegia as candidaturas supra-municipais.

Parabéns pela iniciativa, que nem sempre se verifica porque muitos se viram exclusivamente para o seu quintal e para o seu umbigo!

Fantasmas ou desejos de Ameixa

No final do debate integrado no fórum Novas Fronteiras, sobre o tema “Desenvolver o Baixo Alentejo – o papel do Ensino Superior”, Luís Pita Ameixa, presidente da Federação do Baixo Alentejo do PS, disse que "o Instituto Politécnico de Beja (IPB) tem um inimigo jurado, que é a Câmara Municipal da capital do Baixo Alentejo, porque está contra a sua autonomia e já se declarou nesse sentido".

 

Francisco Santos, presidente da Câmara Municipal de Beja, mostrou-se espantado "com a falta de senso de Luís Pita Ameixa", chamando a atenção para o facto de "toda a gente conhecer as boas relações que existem entre a Câmara de Beja e o IPB".

 

José Luís Ramalho, presidente do IPB, relevou "as boas relações" que a instituição que preside "sempre teve com a Câmara de Beja" e que "se pretendem manter".

 

In: Rádio Voz da Planície

 

"Região piloto" e "polinucleada" no Alentejo

A Direcção da Organização Regional de Évora (DOREV) do PCP voltou a defender o processo de regionalização e a criação de uma região "região piloto" e "polinucleada" no Alentejo, tendo em vista uma futura concretização da regionalização em Portugal.

O responsável da DOREV do PCP, João Pauzinho, adiantou à Lusa que “Há todas as condições políticas, com uma maioria PS no Parlamento, para que a regionalização avance e o Alentejo pode servir como uma região piloto".

A posição dos comunistas surge depois da Federação Distrital de Évora do PS ter reiterado a defesa da regionalização e da criação de uma única região administrativa no Alentejo, garantindo ser "um projecto sério e com vantagens para as pessoas".

Comentários recentes

  • Anónimo

    Tristeza de comentário!

  • Anónimo

    Vamos lá ver como é que os nossos políticos e afin...

  • Anónimo

    Fartura de partidos! Tudo quanto é demais não pres...

  • Anónimo

    Tem razão! No entanto é necessário não perder voz,...

  • Anónimo

    Foram buscar o antigo imperador JR .....dizem que ...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds