Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

MP arquiva processo das aposentações compulsivas na Câmara Municipal de Setúbal

Segundo notícia que acabo de ler aqui, o Ministério Público (MP) ordenou o arquivamento do processo relacionado com a aposentação compulsiva de dezenas de funcionários da Câmara Municipal de Setúbal, por considerar que "Os elementos recolhidos não permitem concluir que tivesse existido entre qualquer dos trabalhadores e qualquer dos responsáveis camarários, designadamente presidente e vereadores, qualquer combinação, acordo, promessa, incentivo ou, como impressivamente se referia na comunicação social ‘esquema’ relacionado com as faltas, respectivos procedimentos disciplinares, propostas de sanção e respectivas decisões”,.

 

Contactado pela Lusa, Carlos de Sousa, o antigo presidente da Câmara Municipal de Setúbal, mostra-se satisfeito com a decisão do MP de arquivar o processo, afirmando: "Fez-se justiça. Eu tinha a certeza absoluta de que tínhamos cumprido a lei, tínhamos tido um cuidado extremo em obter um conjunto de pareceres jurídicos em relação à aplicação da lei. Tinha a consciência perfeitamente tranquila, nomeadamente em relação à cláusula principal do processo - o conluio".

 

 

Como reagirão agora a Inspecção Geral da Administração do Território (IGAT), que, em Agosto de 2006, propôs a dissolução da Câmara Municipal não obstante o relatório dos inspectores ter concluído "não haver indícios da prática de conluio" e todos os outros que se precipitaram em condenações antecipadas?

Rondão de Almeida julgado

Começou hoje, no Tribunal de Elvas, o julgamento do processo em que são arguidos o presidente da Câmara Municipal de Elvas, José Rondão Almeida, e o chefe da divisão financeira do Município, Paulo Dias, relacionado com a atribuição de um subsídio de 50 mil euros a "O Elvas", em 2002, com origem numa queixa anónima, apontando que o subsídio concedido se destinou a pagar as dívidas do clube ao fisco.

Apesar de o subsídio ter sido aprovado por unanimidade, em sessão pública de Câmara a 26 de Dezembro de 2002, os vereadores do executivo municipal do mandato anterior não foram constituídos arguidos no processo.

Rondão de Almeida tem afirmado estar tranquilo em relação ao processo, argumentando que o subsídio em causa foi atribuído para permitir ao clube continuar a desenvolver a sua actividade e manter em ocupação de tempos livres cerca de 200 crianças e jovens que praticam desporto na colectividade "azul e ouro”.

 

Retirado de http://www.radioelvas.com/

“Alvalade Medieval”

O evento “Alvalade Medieval - Comemorações do Foral” realiza-se, de hoje até Domingo, em Alvalade, no concelho de Santiago de Cacém, para comemorar a concessão do Foral, que assinala este ano 497 anos.

“Durante 3 dias, a vida quotidiana do homem da Idade Média vai ser recriada em Alvalade com todo o rigor, através de um programa que compreende a realização de um cortejo histórico onde estarão representadas todas as classes sociais da época, e uma Feira Medieval animada com trovadores, justas medievais, teatro, mostra e exibição de armas, danças medievais, venda de produtos e ainda um restaurante com ementa medieval.”

Informações em: http://alvalademedieval.no.sapo.pt/

Feira Franca em Avis

A Feira Franca de Avis realiza-se, de hoje até Domingo, com um programa, que pode consultar aqui, que para além dos espectáculos musicais com a fadista Aldina Duarte e a cantora brasileira Kris Rosa (esta noite), com os "Da Weasel”  (Sábado) e com André Sardet (Domingo), conta ainda com a exposição colectiva de fotografia, da autoria dos membros do Clube de Fotografia da Casa de Cultura de Avis, a exposição de escultura de Francisco Alexandre, a exposição colectiva de pintura, composta por trabalhos de Camol de Évora e Manuel Fonseca subordinados ao tema “O Sobreiro”, uma exposição de Animais de Raça, a 2ª edição do Concurso Regional do Rafeiro do Alentejo, a garraiada, o espectáculo “Alegria em Movimento, um passeio de BTT, a Final do Campeonato Concelhio de Malha e o Torneio dos Campeões de Malha das Freguesias e a realização de uma demonstração de pára-quedismo.

Comentários recentes

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds