Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

MP arquiva processo das aposentações compulsivas na Câmara Municipal de Setúbal

Zé LG Zé LG, 14.09.07

Segundo notícia que acabo de ler aqui, o Ministério Público (MP) ordenou o arquivamento do processo relacionado com a aposentação compulsiva de dezenas de funcionários da Câmara Municipal de Setúbal, por considerar que "Os elementos recolhidos não permitem concluir que tivesse existido entre qualquer dos trabalhadores e qualquer dos responsáveis camarários, designadamente presidente e vereadores, qualquer combinação, acordo, promessa, incentivo ou, como impressivamente se referia na comunicação social ‘esquema’ relacionado com as faltas, respectivos procedimentos disciplinares, propostas de sanção e respectivas decisões”,.

 

Contactado pela Lusa, Carlos de Sousa, o antigo presidente da Câmara Municipal de Setúbal, mostra-se satisfeito com a decisão do MP de arquivar o processo, afirmando: "Fez-se justiça. Eu tinha a certeza absoluta de que tínhamos cumprido a lei, tínhamos tido um cuidado extremo em obter um conjunto de pareceres jurídicos em relação à aplicação da lei. Tinha a consciência perfeitamente tranquila, nomeadamente em relação à cláusula principal do processo - o conluio".

 

 

Como reagirão agora a Inspecção Geral da Administração do Território (IGAT), que, em Agosto de 2006, propôs a dissolução da Câmara Municipal não obstante o relatório dos inspectores ter concluído "não haver indícios da prática de conluio" e todos os outros que se precipitaram em condenações antecipadas?

Rondão de Almeida julgado

Zé LG Zé LG, 14.09.07

Começou hoje, no Tribunal de Elvas, o julgamento do processo em que são arguidos o presidente da Câmara Municipal de Elvas, José Rondão Almeida, e o chefe da divisão financeira do Município, Paulo Dias, relacionado com a atribuição de um subsídio de 50 mil euros a "O Elvas", em 2002, com origem numa queixa anónima, apontando que o subsídio concedido se destinou a pagar as dívidas do clube ao fisco.

Apesar de o subsídio ter sido aprovado por unanimidade, em sessão pública de Câmara a 26 de Dezembro de 2002, os vereadores do executivo municipal do mandato anterior não foram constituídos arguidos no processo.

Rondão de Almeida tem afirmado estar tranquilo em relação ao processo, argumentando que o subsídio em causa foi atribuído para permitir ao clube continuar a desenvolver a sua actividade e manter em ocupação de tempos livres cerca de 200 crianças e jovens que praticam desporto na colectividade "azul e ouro”.

 

Retirado de http://www.radioelvas.com/

“Alvalade Medieval”

Zé LG Zé LG, 14.09.07

O evento “Alvalade Medieval - Comemorações do Foral” realiza-se, de hoje até Domingo, em Alvalade, no concelho de Santiago de Cacém, para comemorar a concessão do Foral, que assinala este ano 497 anos.

“Durante 3 dias, a vida quotidiana do homem da Idade Média vai ser recriada em Alvalade com todo o rigor, através de um programa que compreende a realização de um cortejo histórico onde estarão representadas todas as classes sociais da época, e uma Feira Medieval animada com trovadores, justas medievais, teatro, mostra e exibição de armas, danças medievais, venda de produtos e ainda um restaurante com ementa medieval.”

Informações em: http://alvalademedieval.no.sapo.pt/

Feira Franca em Avis

Zé LG Zé LG, 14.09.07
A Feira Franca de Avis realiza-se, de hoje até Domingo, com um programa, que pode consultar aqui, que para além dos espectáculos musicais com a fadista Aldina Duarte e a cantora brasileira Kris Rosa (esta noite), com os "Da Weasel”  (Sábado) e com André Sardet (Domingo), conta ainda com a exposição colectiva de fotografia, da autoria dos membros do Clube de Fotografia da Casa de Cultura de Avis, a exposição de escultura de Francisco Alexandre, a exposição colectiva de pintura, composta por trabalhos de Camol de Évora e Manuel Fonseca subordinados ao tema “O Sobreiro”, uma exposição de Animais de Raça, a 2ª edição do Concurso Regional do Rafeiro do Alentejo, a garraiada, o espectáculo “Alegria em Movimento, um passeio de BTT, a Final do Campeonato Concelhio de Malha e o Torneio dos Campeões de Malha das Freguesias e a realização de uma demonstração de pára-quedismo.