Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Jornadas sobre Olivais e Azeites começam hoje

As Jornadas sobre Olivais e Azeites começam hoje, no Centro Cultural de Alvito.

Ás 15h30 tem lugar a Sessão de Abertura pelos Dr. João Paulo Trindade, Presidente da Câmara Municipal de Alvito, e Prof. Doutor Jorge Gaspar, EGA - Estudos Gerais de Alvito, seguida, às 16H30, da Conferência Azeite no Mundo, pelo Prof. Doutor José Gouveia, ISA – Instituto Superior de Agronomia e de uma Prova de Azeites de Referência, às 18h00, na Pousada Castelo de Alvito.

 

Na Segunda-Feira, são abordados os temas “O Azeite à Mesa” e “Olivais e Azeite: globalização e localização”, seguidos de uma Mesa Redonda sobre “A Recuperação de Olivais Antigos” e das Conclusões e Encerramento.

Às 19h00 realiza-se uma degustação de produtos locais com Azeite e Actuação de Grupos de Cante Alentejano de Alvito (Ementa da responsabilidade da Escola Profissional de Alvito).

 Ver o programa e mais informação aqui.

"Made in China" em Beja

A primeira edição do projecto "Mundo Global", com o título "Made in China", dedicada à cultura chinesa, começa hoje e decorre até 7 de Outubro, organizada pela Câmara Municipal de Beja, com o patrocínio da Embaixada da República Popular da China e o apoio do Centro Científico e Cultural de Macau, da Liga dos Chineses em Portugal e do Jornal Sino Pu Hua Bao, entre outros.

Do Programa do "Made in China" destacam-se as exposições fotográficas e os filmes documentais, para além de variados ateliers e workshops que incidem sobre determinadas actividades típicas da China - Atelier de Máscaras Chinesas, Workshop de Tai Chi, Acupunctura e Workshop de Chi Kung.

 

Governo atribui subsídios a 9 concelhos do PS e 1 do PSD

O secretário de Estado Adjunto (do Primeiro-Ministro) e da Administração Local, Eduardo Cabrita, esteve, ontem, no Alentejo, a fim de assinar contratos programa com diversas associações dos distritos de Évora e Portalegre.
Em Évora, com a Fábrica Paroquial da Freguesia de Nossa Senhora das Neves do Sobral de Borba, com o Clube de Ténis de Évora, com o Clube de Futebol de Estremoz, com o Atlético Sport Clube de Reguengos de Monsaraz, com a Sociedade União Perolivense de Reguengos de Monsaraz, com a Associação de Desenvolvimento, Acção Social de Defesa do Ambiente de Portel e o Clube Columbófilo de Portel.
Em Portalegre, com o Coro Infantil dos Assentos, o Centro Cultural e Recreativo de Domingos da Vinha no Gavião, o Centro Cultural e Desportivo de Reguengo, a Fábrica da Igreja Paroquial da Freguesia do Crato, a Fábrica da Igreja Paroquial da Freguesia de Arronches, a Santa Casa da Misericórdia do Crato e a Fábrica da Igreja Paroquial da Freguesia de Terrugem.

Se verificarmos com atenção concluiremos que, dos 10 concelhos beneficiados - Borba, Évora, Estremoz, Reguengos de Monsaraz (2) e Portel (2), do distrito de Évora, e Arronches, Crato (2), Elvas, Gavião e Portalegre (2), no distrito de Portalegre, – apenas um (Portalegre) não é de maioria do PS.

Ninguém reparou na “coincidência” de só serem beneficiados concelhos do PS, com uma única excepção? Ninguém se incomoda com isso? E isso insere-se “nos objectivos do governo” e é uma “aposta do desenvolvimento equilibrado e harmónico do todo nacional”, conforme a informação da CCDRA. É esta a isenção com que o governo distribui os dinheiros do Estado?

Francisco Louça debate Alqueva em Moura

Francisco Louça participa, amanhã, em Moura, no debate sobre “Alqueva – Valia Agrícola e sustentabilidade ambiental”, integrado nas jornadas sobre as alterações climáticas, promovidas pelo Bloco de Esquerda e que tem percorrido o país, desde o mês de Julho.

Empresários belgas visitam Aljustrel, Beja e Sines

Uma comitiva de 20 empresários de várias áreas de actividade económica (indústria química, banca, construção civil, vinicultura, ensino), membros da Câmara de Comércio Belga - Portuguesa, com sede em Bruxelas, e um alto funcionário europeu encontraram-se, esta manhã, com a Câmara Municipal de Aljustrel, no âmbito de uma visita que realiza todos anos a Portugal, visitando, depois, Beja e Sines.

 

O interesse destes empresários por Aljustrel surge dos laços criados durante as décadas em que a mina foi explorada por uma empresa belga, afirmo José Godinho, presidente da Câmara de Aljustrel, Rádio Pax.

Pág. 1/9

Comentários recentes

  • Anónimo

    Ah, estamos bem... temos taxas de água, esgoto e l...

  • Zé LG

    Se não disser do que se trata ficamos na mesma, se...

  • Anónimo

    Estranho, sim...

  • Anónimo

    Sem dúvida.Um autentico murro no estomago no todo ...

  • Anónimo

    Concorso, embora há um senão, que não foi esclarec...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds