Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Lua (quase) cheia

Há entardeceres assim.

 

A lua estava (quase) cheia.

 

Foi na Sexta-Feira.

 

Na Costa Alentejana.

 

O Festival Músicas do Mundo realiza-se por aquelas bandas e atrai milhares e milhares de pessoas, para além das que as procuram  "apenas" pelas belas praias, deslumbrantes paisagens ou rica gastronomia.

Já não era sem tempo

Já não era sem tempo

A passagem inferior ao km 117,480 da Linha do Alentejo, em Vila Nova da Baronia, vai finalmente ser construída.

 

A REFER assinou, no dia 16, o Auto de Consignação para a construção de seis passagens desniveladas ao caminho-de-ferro, entre as quais está a aquela, em Vila Nova da Baronia. O prazo de execução global da empreitada é de 240 dias.

 

PCP exige investigação a eventual radioactividade em empresa do Seixal

O PCP exigiu hoje que o Governo apure a eventual utilização de sucata com níveis de radioactividade superiores ao admissível nos fornos de produção, por parte da Ecoretas, associada da SN Seixal, situada no parque da Siderurgia Nacional, no Seixal.

"É necessário que o Governo faça um apuramento rigoroso sobre o que se passa, se há radioactividade, em que níveis, que tipo de controlo existe, não só na empresa mas durante o transporte e que medidas foram tomadas para proteger os trabalhadores", afirmou Francisco Lopes.

Nesse sentido, os comunistas enviaram um requerimento aos ministérios do Ambiente e Economia, dos quais exigem uma "resposta urgente".

Lusa/Fim., retirado daqui

Vítor Silva receia que projectos turísticos não se façam

“Segundo a lei, um projecto desses tem de ter 50% de camas turísticas e até 50% de imobiliários, ou se quiser segundas residências/casas de férias. Acontece que, por uma questão de financiamento, os promotores fazem primeiro a parte imobiliárias com a justificação que precisam de vender algumas casas para depois fazerem os hotéis e o golfe. A minha preocupação é que só se faça a parte imobiliária e depois não se faça a parte turística.”

 

Vítor Silva, presidente da Região de Turismo Planície Dourada, in Correio Alentejo (Contra Factos)

Morreu José António Estrompa

Só agora, ao ler o “Informação Municipal”, tive conhecimento do falecimento, no passado dia 31 de Maio, de José António Estrompa, pai do antigo vereador da Câmara Municipal de Alvito, Orlando Estompa.

Embora com atraso, pelo motivo que referi, aqui deixo a notícia e a apresentação dos meus sentimentos à família, em particular ao Orlando Estrompa.

Não tenhamos ilusões!

“A descentralização é um princípio que consideramos saudável e, tendo em conta o factor de proximidade, fará sentido transferir para as autarquias locais estas novas funções (nas ares do ambiente e ordenamento do território, da acção social, da educação e da saúde). *A partida, este alargamento da actuação dos municípios reforçará a autonomia do poder local e a coesão territorial, podendo revelar-se benéfica para os interesses das populações.

Mas não tenhamos dúvidas! Ou as transferências são acompanhadas dos respectivos meios e recursos ou estaremos perante mais uma opção que contribuirá para a rápida degradação financeira de grande parte dos pequenos municípios.”

 

Escreveu o presidente da Câmara Municipal de Alvito no editorial da “Informação Municipal” de Julho, que acaba de ser distribuída.

NISARTES – Feira Internacional de Artes Tradicionais de Nisa

Substituindo a antiga Feira de Artesanato e Gastronomia, interrompida em 2006, a Câmara Municipal de Nisa abre este ano uma nova etapa na promoção das Artes Tradicionais do concelho, com a realização da “NISARTES’2007”, na Zona de Actividades Económicas de Nisa, a cerca de 1km da vila.


A “NISARTES’2007”  aposta no artesanato mais significativo de todas as regiões do país e em especial no artesanato e nos produtos tradicionais de Nisa, embora conte também com as presenças internacionais de: Senegal, Peru, Equador, Marrocos, Quénia, Espanha, Nepal, Rússia e Brasil. Terá ainda uma componente gastronómica, com 11 restaurantes do país e da região, petiscos, doces, vinhos, enchidos e o afamado queijo de Nisa, para além de um restaurante de rodízio brasileiro e uma “tasquinha” de caipirinhas.

Simplex inconstitucionalex?

No entender do constitucionalista Joaquim Gomes Canotilho, medidas como a «Empresa na Hora» ou o «Casa Pronta» são verdadeiros atentados aos notários, de contornos inconstitucionais, que legitimam uma reacção forte da classe.

 

Segundo avança a edição desta Sexta-Feira do jornal Público, o constitucionalista defende que se está a assistir a uma «inversão da reforma», senão mesmo uma contra-reforma, que viola os princípios da confiança, da igualdade e da concorrência.

 

Pág. 1/9

Comentários recentes

  • Anónimo

    Não senhor! O desenvolvimento do Baixo Alentejo ar...

  • Anónimo

    E não é só o hospital, a cidade e a região também ...

  • Anónimo

    Afinal é ou não verdade que o Hospital de Beja “co...

  • Zé LG

    Contactando a CMB. Mas atenção à data da notícia.

  • Anónimo

    Servirá sobretudo e na melhor das hipóteses, para ...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds