Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Castro Verde inaugura monumento dos 30 Anos de Poder Local Democrático

O monumento evocativo dos 30 anos de Poder Local Democrático, obra do escultor Santos Carvalho, vencedor do concurso de ideias, é inaugurado, no dia 29, pelas 19 horas, na Rotunda José Gomes Ferreira, no âmbito das comemorações da efeméride que o Município organizou.
 
No seguimento da cerimónia, é também inaugurada a exposição de obras de escultura e pintura do artista, pelas 19h30, no Fórum Municipal.

 

Ambulâncias demoram a chegar ao Alentejo

O ministro da Saúde não vai cumprir a promessa, feita no início deste ano, dos concelhos de Elvas, Estremoz, Moura e Odemira receberem Unidades Rápidas de Suporte Intermédio de Vida (URDIV) durante o primeiro semestre de 2007.

O prazo está a esgotar-se e, para além das viaturas ainda não estarem disponíveis, os contratos com os técnicos de ambulância de emergência só serão assinados "a partir de 15 de Setembro”, após a prestação de várias provas, acompanhadas pelo curso do INEM.

Contas da Junta de Freguesia de Mombeja levantam dúvidas

A actual Junta de Freguesia de Mombeja remeteu ao Tribunal de Contas os documentos relativos às obras do inacabado Salão de Festas de Mombeja, face à existência de eventuais irregularidades.

Segundo Voz da Planície apurou, apenas existem na contabilidade da Junta de Freguesia documentos de despesa relativos aquela obra no valor de cerca de 5 mil euros, longe dos 30 mil euros de comparticipação pagos pela Câmara Municipal de Beja.

O actual presidente da Junta de Mombeja, Inocêncio Viriato, não quiz comentar o assunto “porque o mesmo está entregue às autoridades competentes para analisar esta matéria”, reservando qualquer opinião “para depois da conclusão do processo”.

Anselmo Prudêncio, antigo presidente da Junta de Freguesia de Mombeja, garante que “não existem facturas que não estão contabilizadas” e que, quando saiu da Junta de Freguesia, "ficaram em caixa 17 mil euros. Não sei o que o actual Executivo fez com esse dinheiro". Vai aguardar o desenrolar do processo pelo Tribunal de Contas, "para depois se voltar a pronunciar".

Ler a notícia completa aqui.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Foram buscar o antigo imperador JR .....dizem que ...

  • Anónimo

    O Imperador está suficientemente saudável para c...

  • Anónimo

    As odalascas vêm com o calor...

  • Anónimo

    Alguém sabe em que dia desfila o imperador, as oda...

  • Munhoz Frade

    Um desabafo como este do Vitor Paixão é um momento...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds