Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

O desenvolvimento do Alentejo para além do triângulo mágico

Há mais de dez anos que nos falam no triângulo mágico do desenvolvimento do Alentejo.

Com o Porto de Sines, Alqueva e o Aeroporto de Beja o Alentejo terá o futuro garantido, prometem-nos. Tantas vezes que parece que nada mais têm para nos prometer.

Ninguém de bom senso porá aqueles projectos em causa. A não ser um ou outro aspecto, que não os inviabiliza.

Eles são, de facto, indispensáveis e estruturantes do desenvolvimento do Alentejo.

Mas será que são suficientes? Que não precisamos de mais nenhum projecto?

Então e as ligações entre estes empreendimentos? O IP 8, o IP2?

E as zonas que ficam mais afastadas deles e, consequentemente, fora das suas áreas de influência ficam a ver navios ou a olhar para o deserto?

 

Sempre receei que estes projectos, pese embora a sua enorme importância, ou talvez mesmo por isso, fossem utilizados para nos fazerem acomodar e esquecer de muitos outros que são absolutamente necessários e que muito contribuirão para a fixação da população.

E não estou a pensar nos famosos PIN’s. Esses também são necessários. Pelo menos alguns. Embora seja bastante discutível, para não dizer mais, a sua escolha e implantação…

Estou a pensar nos sectores mais dinâmicos da economia regional – as autarquias, pelas condições e qualidade de vida que têm criado; as micro, pequenas e médias empresas que constituem a quase totalidade do nosso tecido empresarial e empregam a maior parte dos trabalhadores; e ainda os ensinos superior e profissional, pela atracção e formação de milhares de jovens, que muito têm contribuído para a animação económica e social das nossas cidades e algumas vilas.

 

Por isso, parece-me que os planos e os instrumentos financeiros, a começar no QRER – Quadro de Referência Estratégica Regional, deveriam priorizar e canalizar para estes sectores os meios disponíveis, porque serão mais e melhor reproduzidos.

 

Mas não haverá verdadeiro desenvolvimento regional no Alentejo e no resto do País sem uma verdadeira política nacional de desenvolvimento regional, que tenha como objectivo o desenvolvimento equilibrado do todo nacional, e a regionalização.

Não me parece ser este o sentido que a política deste governo está a trilhar.

   

Texto lido na Rádio Terra Mãe, em 10/05/07

4ª Edição do Festival Islâmico

O Souk, as actuações de rua, os concertos, o artesanato, a gastronomia e os colóquios são bons motivos para visitar Mértola, de 17 a 20, período em que se realiza a 4ª Edição do Festival Islâmico.
 
A aposta musical incide no cante alentejano e em artistas oriundos de vários Países do Mediterrâneo, com destaque para as presenças de Baba Zula, da Turquia, Moulay Sherif, de Marrocos, e Aïda Nadem, do Iraque, para além dos grupos de animação de rua “Boukdir”, de Marrocos, “Troupe Chelbi”, da Tunísia, e Eduardo Ramos irão percorrer o souk, que levarão as suas sonoridades a todos os espaços.

Nos dias 11 e 12 realizou o colóquio internacional “Intercâmbio de produtos no Mediterrâneo: os objectos de comércio”, que trouxe a Mértola um conjunto de reputados investigadores de Portugal, Espanha, França, Itália, Grécia, Marrocos, Malta e Libano.

Ver programa em: http://www.cm-mertola.pt/

3ª FILDA em Vendas Novas

A 3.ª edição da Feira da Indústria e Logística do Alentejo (FILDA), promovida pela Câmara Municipal de Vendas Novas e destinada aos representantes da indústria e logística, vai decorrer de 17 a 20.

Com ela pretende-se a criação de um espaço de encontro e diálogo para os profissionais, numa região de grande potencial do ponto de vista logístico.

 

Ver o programa e mais notícias em: http://www.filda.com.pt/

Comentários recentes

  • Anónimo

    E não é só o hospital, a cidade e a região também ...

  • Anónimo

    Afinal é ou não verdade que o Hospital de Beja “co...

  • Zé LG

    Contactando a CMB. Mas atenção à data da notícia.

  • Anónimo

    Servirá sobretudo e na melhor das hipóteses, para ...

  • Tania

    Como posso fazer e pedir informações sobre como al...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds