Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

5ª Feira das Oportunidades em Elvas

A 5ª Feira das Oportunidades realiza-se de 2 a 4 de Março, no Centro de Negócios Transfronteiriço de Elvas, organizada pela Câmara Municipal.

 

O vereador João Vintém considera que este certame "é um dos mais procurados pelos comerciantes”, uma vez que "dá oportunidade de escoar produtos e realizar dinheiro”, para além de permitir ao público comprar produtos a preços mais em conta”, o que se revela "muito positivo para a economia do concelho”.

Reforçados meios de socorro no Alentejo

 

O ministro da Saúde, depois de uma visita a alguns concelhos alentejanos, anunciou, ontem, que o Alentejo vai dispor de 4 unidades móveis intermédias de suporte de vida (UMISV) até ao final do primeiro semestre deste ano, que serão colocadas em Odemira, Moura, Estremoz e Elvas. Assegurou que "não vamos conseguir cobrir todas as necessidades" mas "resolvemos o problema onde nos parece mais necessário".

Reconheceu que "não será fácil" constituir as tripulações das UMISV dada a escassez de recursos humanos, mas assegurou que o problema será resolvido "com médicos nacionais ou eventualmente com estrangeiros". As novas unidades serão geridas pelo INEM, que irá formar, durante os próximos meses, as tripulações constituídas por um enfermeiro e um paramédico.

Correia de Campos, recusando que se tratassem de reajustes da rede nacional de emergência médica, reconheceu que os recentes casos de Odemira "desencadearam, talvez, alguma focagem numa resposta imediata nesta região do país".

Complemento:

Vai ser criada uma Rede de Serviços de Urgência, que inclui a entrada em funcionamento de quatro Serviços de Urgência Básica (SUB), duas Viaturas Médicas de Emergência e Reanimação (VMER) e quatro Unidades Rápidas de Suporte Intermédio de Vida (URSIV).

Os SUB: “passarão a funcionar em Odemira, Castro Verde, Serpa e Moura, contando com 2 médicos, 2 enfermeiros, técnicos de diagnóstico, 1 auxiliar de acção médica e 1 administrativo por equipa”. O ministro acrescentou ainda que  “estas equipas irão trabalhar fisicamente nos locais, 24 horas por dia” e vão dispor de material para assegurar a assistência médica”.

 

Comentários recentes

  • Anónimo

    Fartura de partidos! Tudo quanto é demais não pres...

  • Anónimo

    Tem razão! No entanto é necessário não perder voz,...

  • Anónimo

    Foram buscar o antigo imperador JR .....dizem que ...

  • Anónimo

    O Imperador está suficientemente saudável para c...

  • Anónimo

    As odalascas vêm com o calor...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds