Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Festival Sabores da Caça em Selmes

 

A Junta de Freguesia de Selmes, com o apoio da Câmara Municipal de Vidigueira, realiza o Festival Gastronómico Sabores da Caça, nos dias 2, 3 e 4.

 

Do programa constam o desfile da Fanfarra dos Bombeiros de Vidigueira pelas ruas da Aldeia, a actuação do grupo coral Vindimadores de Vidigueira e o espectáculo com os grupos “Campos do Alentejo” e “Sem Limite”, na Sexta-Feira, a prova de S. Humberto e o colóquio sobre o “Panorama actual da caça em Portugal”, os espectáculos com o grupo coral “Amigos de Vidigueira” e o grupo de música tradicional Rastemenga, no Sábado, e uma montaria e as actuações do grupo “Improvisos do Sul” e da Banda Filarmónica dos Bombeiros Voluntários de Vidigueira, no Domingo.

ANMP reúne com municípios da AMBAAL

O Conselho Directivo da ANMP reúne com as os municípios associados na AMBAAL, no próximo dia 6 de Fevereiro, em Almodôvar, para abordar a transferência de competências para os municípios, que o governo pretende fazer nas áreas da “Educação, Saúde e Acção Social”.

Francisco Louça em Beja a favor do SIM

Francisco Louçã,

da direcção do Bloco de Esquerda,

vai estar, hoje, em Beja, para

inaugurar, às 19.00 horas, a nova sede do BE

e participar numa sessão a favor do “Sim” no referendo à IVG, às 21.00 horas, na Biblioteca Municipal José Saramago, que contará também com a presença da deputada Helena Pinto e do médico Rui Sousa Santos.

Campanha para o referendo sobre a IVG começou hoje

Começa hoje, oficialmente, a campanha para o referendo sobre a Interrupção Voluntária da Gravidez (IVG), marcado para 11 de Fevereiro.

Espero que a campanha seja uma oportunidade para um debate sério, informativo e esclarecedor para todos os que vão participar na decisão de uma matéria tão sensível como esta e que os exageros e tentativas de condicionar o voto pelo medo (como as ameaças de excomunhão para os crentes que votem sim) registadas no período que antecedeu a campanha não se repitam nesta. 

Espero que seja posto fim ao flagelo social que é o aborto clandestino e que não haja mais mulheres julgadas, condenadas e presas por se terem visto na necessidade de fazerem um aborto. Já basta o seu sofrimento e a sua angústia por se sentirem obrigadas a tomar uma decisão tão dramática.

A CCDR Alentejo é inoperacional

Com o inconformismo e a frontalidade que o caracterizam, Jorge Pulido Valente, acusou a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDRA)  de ser inoperacional, no programa Contra Factos da Rádio Pax.

O presidente da Câmara Municipal de Mértola afirmou, ainda, que essa inoperacionalidade se deve a vários anos de mau funcionamento e de falta de liderança e que a actual direcção não alterou o funcionamento pelo que a CCDRA não tem peso nem força, nem em Lisboa nem em Bruxelas, ao contrário de outras CCDR’s.

Médicos pela Escolha processam judicialmente Alentejo pelo Não

O Movimento Médicos pela Escolha (MMPE) vai processar o movimento Alentejo pelo Não (MAPN), bem como os seus mandatários, na sequência de uma nota de imprensa em que o MAPN acusa o médico Bruno Maia, do MMPE, de ter dito, num debate em Ponte de Sôr, que "caso o sim ganhe, a solução para dar resposta à situação de filas de espera nos hospitais seria proceder não ao aborto cirúrgico de sucção do feto mas a um procedimento médico que levaria à prescrição do Citotec e/ou Ru486 para que as próprias mulheres os colocassem, não implicando internamento e que só caso fosse necessário uma raspagem, então recorreriam ao hospital".


Perante a situação, que considera "caluniosa", Sérgio Vitorino, do movimento MMPE, disse à Rádio Portalegre que "Vamos processar esses senhores. Neste momento os nossos advogados já estão em campo. É uma acusação que prejudica a credibilidade do médico Bruno Maia". Este garantiu que "Em primeiro lugar são falsas essas palavras, nunca disse isso" e que "Durante o debate expliquei os procedimentos do aborto médico, mas nunca nesse contexto que o MAPN refere nessa nota de imprensa".

AMBAAL unânime da aprovação do Plano

A Assembleia Intermunicipal da Associação de Municípios do Baixo Alentejo e Alentejo Litoral (AMBAAL) reuniu, ontem, em Alvito, tendo aprovado, por unanimidade, as Grandes Opções do Plano e o Orçamento para 2007.

Quanto à rotatividade do Conselho Directivo da Associação e ao cargo de Director do “Diário do Alentejo”, João Paulo Trindade, presidente da Câmara Municipal de Alvito e da Mesa da Assembleia Intermunicipal garantiu que os órgãos da AMBAAL se “vão manter inalteráveis” e que na próxima reunião do Conselho Directivo “vai surgir uma proposta concreta para o cargo de director do jornal”.

Assembleia Intermunicipal da AMBAAL reúne esta tarde em Alvito

A Assembleia Intermunicipal da Associação de Municípios do Baixo Alentejo e Alentejo Litoral (AMBAAL) reúne, esta tarde, no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Alvito, para discussão e votação do Orçamento e Grandes Opções do Plano para 2007.

Admite-se que sejam ainda discutidos outros assuntos como a rotatividade na presidência do Conselho Directivo e o cargo de Director do “Diário do Alentejo”, que poderão ser propostos por autarcas socialistas, segundo posições públicas assumidas nos últimos dias.

“Defender o Montado, Valorizar a Fileira da Cortiça”

O grupo de trabalho criado na AR para “Defender o Montado, Valorizar a Fileira da Cortiça” está a realizar uma visita a alguns concelhos produtores de cortiça, que inclui Coruche, Serpa, Almodôvar e Grândola.

José Soeiro, membro deste grupo de trabalho, explicou à Rádio Pax que considera o montado importante para o combate à desertificação.

Aeroporto de Beja a funcionar em 2008

A construção do aeroporto civil de Beja, destinado a voos “low-cost” e carga, representa um investimento de 33 milhões de euros, repartidos por 2006 (15,9 milhões), 2007 (15,1 milhões) e 2008 (15,1 milhões), verbas provenientes do OE e FEDER, e espera-se que atinja, em 2013, o meio milhão de passageiros ano.

O primeiro-ministro garantiu, no lançamento da sua 1ª pedra, que construção aeroporto de Beja “é um contributo fundamental para dar um novo posicionamento ao Alentejo, em articulação com Sines e os seus projectos energéticos e os turísticos de Alqueva” e que o mesmo “estará operacional em finais de 2008”

O presidente da Câmara de Beja afirmou que a construção do aeroporto “é mérito de um governo com sensibilidade e do seu primeiro-ministro”, lembrando que a ideia surgiu há 20 anos a partir da autarquia.

“É aqui que se joga o futuro de Beja e do seu distrito”, assegurou Sócrates ao apontar os investimentos prioritários para os próximos 3 anos: Alqueva, Aeroporto de Beja, IP8 e conclusão do IP2.

O primeiro-ministro afirmou que saía de Beja “convencido que as pessoas compreenderam que têm o futuro nas suas mãos”, mostrando-se agradado com a aceitação dos desafios feitos aos autarcas, com que reuniu na noite de sexta-feira.

Como ficaram os autarcas e outros agentes regionais? Satisfeitos também?

A operação de propaganda do “Governo Presente”, segundo ouvi dizer, foi muito bem montada. Será que os locais também prepararam bem a recepção e os cadernos reivindicativos ou o fizeram forma descoordenada e amadora? Aguardemos pelas reacções…  

 

Pág. 1/9

Comentários recentes

  • Anónimo

    O Lagar é uma pena (o que não se fazia com 3,5 mil...

  • Anónimo

    ????????????????????

  • Anónimo

    Ninguém comenta a capa verde?

  • Anónimo

    Obrigado caro amigo. Um grande abraço. Ricardo (Se...

  • Ana Matos Pires

    Sim, vai seguir mail e o jornal fará o que entende...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds