Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Regionalizar ou dividir para reinar

O Governo adiou para a próxima legislatura a realização de novo referendo sobre a regionalização, com o argumento de que o anterior se realizou há ainda pouco tempo, prometendo, avançar, nesta legislatura, com medidas descentralizadoras para as áreas das actuais ccdr´s para facilitar o processo de regionalização.

Entretanto, já reorganizou o Instituto de Turismo de Portugal, que passou a chamar-se Turismo de Portugal, IP e que ficará a superintender a Direcção Geral de Turismo, o Fundo de Turismo, o Instituto Nacional de Formação Turística (ex-INFTUR) e a Inspecção-Geral de Jogos.

Com esta reorganização, o governo pretende, ainda, extinguir as actuais regiões de turismo e criar agências regionais de turismo em 8 das actuais 19 regiões de turismo e mais 2 em Lisboa e Porto. No Alentejo, o governo pretende criar de 2 agências: a do Alentejo, agrupando os distritos de Évora e de Portalegre, e a do Litoral Alentejano e Planícies (!!!), juntando ao distrito de Beja os municípios do Litoral Alentejano.

De acordo com a Constituição, as regiões de turismo serão extintas com a criação das regiões administrativas. A reorganização da administração central (PRACE) não o pode fazer, como pretende o governo.

Já existem agências regionais de turismo. Agora o governo pretende criar outras com território e competências diferentes. À Agência Regional de Turismo do Alentejo juntar-se-ão a Agência Regional de Turismo do Alentejo e a Agência Regional de Turismo Litoral Alentejano e Planícies. Simplex, não é?

Está lançada mais uma confusão! As discussões sobre a regionalização voltaram a acirrar as posições e os ânimos sem que esteja em discussão. É mais uma vez o governo a desviar as atenções dos problemas que não consegue ou não quer resolver.

Comentários recentes

  • Ana Matos Pires

    Regional de Saúde Mental do Alentejo? Não há.

  • Anónimo

    Planos? Há muitos!

  • Ana Matos Pires

    É pá, como é que nunca nos tinha ocorrido isso? Ob...

  • Anónimo

    Ja viram a capa do Correio do Alentejo desta seman...

  • Anónimo

    o Cocas tambem tem direito á vida.Ficam as restant...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds