Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Quem terá mudado?

Zé LG Zé LG, 21.11.06

Há menos de um ano, aquando das eleições presidenciais, as duas candidaturas da área do PS diabolizaram a candidatura de Cavaco Silva, que seria, na sua opinião, um desestabilizador da política nacional, porque seria demasiado interventivo e procuraria fazer a oposição que o PSD dava mostras de ter dificuldade em fazer.

Pouco mais de seis meses depois, Cavaco Silva mostra total concordância com a política do governo e o PS exulta com isso.

Quem terá mudado? Ou será que nenhum mudou e que a diferença que mostraram, aquando das presidenciais, foi apenas estratégica e para português (distraído) ver?

É assim a "esquerda moderna", a "social democracia", o "liberalismo", ou seja, todos os que "mudam" muito, fazem muitas "reformas", para que o essencial se mantenha. 

História à esquina

Zé LG Zé LG, 21.11.06

Alvito é a capital do manuelino do Baixo Alentejo.

Mas para além do rico património dessa época, Alvito dispõe de "restos" de História, de várias épocas, um pouco por todo o lado.

O marco, que se vê na fotografia, que se encontra no cruzamento das ruas de João de Deus com  a de Almeida Garrett, é apenas um exemplo disso.

Representa 102 anos de história. Sempre terá ali estado ou terá para ali sido deslocado?

Quem souber, pode esclarecer-nos. Ficaríamos todos a conhecer um pouco mais dessa história exaltante, que faz de Alvito um concelho singular, que merece ser visitado, conhecido e estudado.  

Cante Alentejano a Património Cultural

Zé LG Zé LG, 21.11.06

O Governo admite a apresentação da candidatura do Cante Alentejano a Património Cultural da Humanidade, pelo que vai, no início do próximo ano, criar um projecto-piloto para o apoiar e salvaguardar, através das direcções regionais no Alentejo dos ministérios da Educação e da Cultura.

O anúncio foi feito pela ministra da Cultura durante a sua visita, ontem, ao concelho de Cuba.

NOTA: Seria importante que os municípios com forte representação do Cante Alentejano o classificasem como património concelhio e apoiassem a sua preservação e valorização.

Museu Regional de Beja deve integrar a Rede Portuguesa de Museus

Zé LG Zé LG, 21.11.06

A ministra da Cultura afirmou, ontem, que o futuro do Museu Regional de Beja passa pela integração na Rede Portuguesa de Museus.

O conservador do Museu Rainha Dona Leonor disse à Voz da Planície que "a integração na Rede Portuguesa de Museus é muito importante porque facilita o acesso a projectos de requalificação museológica" e “favorece a troca de experiências, ajuda na formação de técnicos e permite também aproveitar as sinergias existentes entre os vários museus que pertencem a esta rede".

NOTA: Mudam-se os tempos mudam-se as vontades... Há uns anos atrás, os municípios bateram-se para que o Museu Regional ficasse na Assembleia Distrital, suportando os custos do seu funcionamento, para que o seu rico património continuasse sob o controlo da região.

Região do Conhecimento do Sudoeste Ibérico em fase de negociação

Zé LG Zé LG, 21.11.06

Uma rede das instituições públicas de ensino superior, integrando universidades portuguesas e espanholas, poderá ser a solução para assegurar competitividade internacional, noticia hoje o Diário Económico.

 

A Região do Conhecimento do Sudoeste Ibérico deverá integrar as Universidades de Évora, Algarve, Cádiz, Huelva e Extremadura e os Politécnicos de Portalegre e Beja. O projecto está em fase de negociação e aponta para uma coordenação que evite a duplicação da oferta formativa e que facilite o desenvolvimento de projectos conjuntos.