Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Um ano depois das autárquicas

As eleições autárquicas realizam-se há precisamente um ano. Muitas foram as alterações então registadas em muitas autarquias.

Um ano depois, seria interessante conhecer o balanço que cada um faz do primeiro ano de mandato autárquico do seu concelho ou da sua freguesia.

Convido os visitantes do Alvitrando a deixarem aqui a sua opinião sobre a gestão da sua autarquia.

“Foi preciso arrumar a casa”

“O primeiro ano serviu para conhecer as engrenagens do poder autárquico e a estrutura interna da Câmara”, disse João Paulo Trindade, lembrando que “foi preciso arrumar a casa e encaminhar projectos que vinham da gestão anterior”.

 

Quanto às “obras”, o presidente da Câmara Municipal de Alvito alega ter optado por realizar “pequenas intervenções em áreas prioritárias”.

 

“Decidimos apostar na educação e no turismo, por considerarmos que são áreas essenciais para combater a perda de população, que é o grande problema do concelho”.

 

A construção de uma creche e de uma escola pública básica integrada, com o 1º, 2º e 3º ciclos, são projectos em que a autarquia “já começou a trabalhar”, indo apresentar, até ao final do ano, uma proposta concreta ao Ministério da Educação para construção daquele estabelecimento de ensino.

 

A remodelação do Mercado Municipal e a construção de do Parque de Feiras e Exposições continuam a aguardar aprovação, do financiamento em 50% dos fundos comunitários, pela CCRDA, para se poderem iniciar as obras.

 

Um novo modelo de gestão autárquica participada para envolver as populações marcou o primeiro ano de mandato do Movimento Independente que conquistou a Câmara Municipal de Alvito, há um ano.

 

Retirado do Diário do Sul, de 07/10/2006

MONUMENTO A "CRISTÓVÃO COLON"

Numa iniciativa conjunta da Câmara Municipal de Cuba, da Fundação Alentejo-TerraMãe e do Núcleo de Amigos da Cuba, no próximo dia 28 de Outubro de 2006, pelas 11,00h será descerrada na Cuba a estátua de "Cristóvão Colon" - Descobridor das Américas.

A estátua vai ficar colocada no principal largo no centro da vila (Largo do Tribunal), que também tomará o nome do navegador. Este momento histórico é… uma magnífica escultura executada por mestre Alberto Trindade.

Em 28 de Outubro de 1492, depois de ter chegado às primeiras Antilhas alguns dias antes, "Cristóvão Colon" descobriu a ilha à qual deu o nome de Cuba. No aniversário do acontecimento, Cuba e Alentejo celebram o descobridor nas suas origens. As inscrições no pedestal salientam a ligação do navegador ao Alentejo e a Cuba, apontando para a verdade histórica da sua efectiva identidade.

Comentário deixado por NAC

Rede Regional de hotspots entra em funcionamento no distrito de Évora

 

O projecto Évora Distrito Digital vai, de terça-feira até ao final do mês, assinalar a entrada em funcionamento da Rede Regional de Hotspots. Trata-se de uma rede de acesso à Internet sem fios composta por uma zona de acesso livre em cada sede de município do distrito.

 


Os hotspots são locais públicos onde se encontra disponível um serviço sem fios que permite a ligação à Internet de banda larga. Nestes locais, com um computador equipado com placa de rede wi-fi, poderá consultar-se o e-mail, conversar no Messenger, aceder às aplicações da empresa, ou simplesmente navegar na Internet a alta velocidade fora de casa.


A criação da Rede Regional de Hotspots EDD/AMDE é um dos pilares do projecto Évora Distrito Digital, "assumindo a Internet como meio de difusão de informação e de combate à info-exclusão. Trata-se de mais um passo no aumento e melhoria das acessibilidades que pretendemos, se traduza, no efectivo contributo à melhoria da qualidade de vida no distrito", refere um comunicado da Associação de Municípios de Évora.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Ah, estamos bem... temos taxas de água, esgoto e l...

  • Zé LG

    Se não disser do que se trata ficamos na mesma, se...

  • Anónimo

    Estranho, sim...

  • Anónimo

    Sem dúvida.Um autentico murro no estomago no todo ...

  • Anónimo

    Concorso, embora há um senão, que não foi esclarec...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds