Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

"BejaSénior 2006"

Zé LG Zé LG, 27.09.06

Realiza-se, na Sexta Feira e Sábado, no Parque de Feiras e Exposições de Beja, mais uma edição da "BejaSénior 2006".

 

A "BejaSénior" pretende promover "redes de sociabilidade e relacionamento entre os idosos, de forma a quebrar o isolamento social a que tantos estão sujeitos, proporcionando-lhes dias diferentes, de convívio, de acesso à informação e a bens e serviços que normalmente lhes estão menos acessíveis".

A organização disponibiliza às centenas de idosos, provenientes de Aljustrel, Castro Verde, Grândola e Mértola, para além de Beja, que visitam a "BejaSénior 2006", projectos de animação, cultura, ginástica, beleza, saúde, risoterapia, ente outras actividades.


Cinco municípios alentejanos impedidos de contrair empréstimos

Zé LG Zé LG, 27.09.06

Ourique, Sines, Mourão, Reguengos de Monsaraz e Portalegre estão na lista dos 70 municípios que ficam impedidos nos próximos anos de contrair novos empréstimos, de acordo com a proposta de revisão da Lei das Finanças Locais.

 

Isto acontecerá porque os critérios de distribuição prevêem a atribuição de menos verbas das transferências do Orçamento de Estado para os próximos anos, passando a contar para os limites de endividamento os empréstimos já contraídos.

O Governo garantiu que fora do limite ao endividamento estão excluídos os empréstimos já feitos pelos municípios para requalificação urbana, co-participação em obras financiadas por fundos comunitários, bem como os que já se encontravam fora dos limites permitidos.

 

A proposta tem merecido a contestação de quase todos os autarcas do país.