Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Livro de reclamações nas autarquias

Zé LG Zé LG, 18.08.06

Foi publicada, a 3 de Julho em Diário da República, a Portaria que estabelece a “obrigatoriedade” das Câmaras Municipais e Juntas de Freguesia passarem a ter disponível, a partir do próximo mês de Outubro, o livro de reclamações.

O governo considerando que a ”aproximação da Administração aos utentes através do aumento de qualidade de funcionamento de serviços públicos, em especial daqueles que lidam directamente com os cidadãos é, cada vez mais, um imperativo do desenvolvimento”, pelo que “tendo em vista assegurar uma melhor Administração, com mais cidadania, garantindo que os utentes dos serviços públicos tenham um meio célere e eficaz de exercer o seu direito de reclamação, sempre que entenderem que não foram devidamente acautelados os seus direitos ou que não foram satisfeitas as expectativas no que diz respeito às exigências de atendimento público, o Decreto-Lei 135/99, de 22 de Abril, definiu um conjunto de regras que, (…), se aplicam igualmente à administração local”, designadamente o livro de reclamações.

Com vinhos assim, o céu está mais perto

Zé LG Zé LG, 17.08.06

Excepcionais, invulgarmente excepcionais, são os tintos: Monte da Peceguina 2004; Malhadinha 2004; Pequeno João 2004 e Aragonês da Peceguina 2004. Nos dois primeiros tintos a casta Alicante Bouschet desempenha papel significativo, com destaque no Malhadinha, em que o Aragonês é igualmente relevante. Ora é justamente o varietal tinto Aragonês da Peceguina 2004, que nos revela a monumentalidade desta casta. Um vinho raro, único e grandioso. Também enorme é o Pequeno João, dominado pelo Cabernet Sauvignon e condimentado por Aragonês.

Com vinhos assim, o céu está mais perto. (Contactos: 289510460 - www.malhadinha-nova.pt  .

Escreveu José António Salvador, na Visão da semana passada.

Só faltava mais esta

Zé LG Zé LG, 17.08.06

Num texto, publicado no Diário de Noticias da passada Segunda-feira, Sérgio Palma Brito, assessor da administração do grupo empresarial IMOCOM, conclui que no anedotário alentejano, o aeroporto está para o século XXI como a praia de Messejana esteve para o Século passado, depois de afirmar que “sobre o plano de negócios do Aeroporto de Beja, tenho lido os devaneios mais extraordinários, mas, talvez por ser alentejano, não os consigo entender”.

Com amigos como este não precisamos de inimigos...

Estado vai vender terrenos agrícolas

Zé LG Zé LG, 17.08.06

O Estado prepara-se para vender 50 mil hectares de terrenos agrícolas espalhados um pouco por todo o país. Grande parte dessa área situada no Alentejo.

Castro e Brito, presidente da FAABA, afirmou, à Voz da Planície, que concorda com esta medida mas chama a atenção para a necessidade de haver a máxima clareza em todo o processo para que não apareçam “clientelas” como já aconteceu no passado. Ainda de acordo com Castro e Brito é positivo que se dê prioridade aos jovens agricultores porque este é um sector que precisa de ser rejuvenescido.

O presidente da AJAP teme que grande parte das terras que o Estado quer vender possam “ir parar às mãos” de agricultores espanhóis, o que será o reflexo da política europeia onde existe a livre circulação de pessoas e bens e, neste caso, a possibilidade dos investidores estrangeiros investirem nesta região, segundo Castro e Brito.

 

José Catalino responsável da DORBE do PCP afirmou, à Voz da Planície, que para já é preciso saber se o Ministro da Agricultura tem a correcta interpretação daquilo que é um “banco de terras". O PCP apresentou na AR, há já alguns anos, um projecto-lei nesse sentido.

Sonhos

Zé LG Zé LG, 15.08.06

Há dias dei comigo a pensar que a vida poderia ser melhor se:

- Os conflitos entre nações se resolvessem pela via diplomática, sem recurso às guerras, com a ONU a arbitrar de facto;

- Os impostos, nomeadamente o IVA, baixassem para ajudar a economia a crescer;

- Fossem construídas a creche e a escola em Alvito.

Entretanto foi assinado um cessar-fogo e a guerra parou no Líbano. Talvez o mesmo possa vir a acontecer noutros conflitos...

Porque não acreditar que um dia, mais breve que tarde, os outros sonhos se possam concretizar?...

Câmara de Mértola cria bolsa de emprego

Zé LG Zé LG, 14.08.06

A Câmara Municipal de Mértola criou uma bolsa de emprego/formação na sua página da Internet. Um projecto que começou a funcionar na semana passada e que pretende ser um ponto de encontro entre a procura e a oferta de emprego no concelho.

Os desempregados do concelho podem consultar a bolsa de emprego em http://www.cm-mertola.pt/ na zona destinada aos munícipes.

 

Mais duas medalhas de prata

Zé LG Zé LG, 13.08.06

Naíde Gomes alcançou, esta tarde, a medalha de prata no salto em comprimento no Campeonato Europeu de Atletismo.

A Equipa Nacional alcançou, também esta tarde, a medalha de prata na maratona na Taça da Europa de Maratona, que se realizou em paralelo com aquele campeonato.

Portugal ficou em 8º lugar, a 3ª melhor classificação de sempre.

Centro Histórico

Zé LG Zé LG, 13.08.06

é a memória viva do que resta de gerações e gerações, que ao longo de séculos o foi construindo.

É um tecido urbano muito sensível, cuja harmonia qualquer intervenção, por mais pequena que seja, pode estragar.

Mais do que os monumentos, por mais importantes que estes sejam e são-no sempre, é o casario construído pelo povo que melhor o caracteriza e identifica.

Enquanto se conhecem as datas e quem construiu os monumentos nada ou pouco se sabe da história de cada casa simples. Apenas se sabe que foram sendo construídas por gente do povo. É disto que resulta a sua importância, que o transforma em património colectivo. Embora as casa sejam particulares o seu conjunto constitui património de todos.

É tudo isto que justifica uma vigilância atenta, quer no licenciamento quer na fiscalização, das obras, por mais pequenas que sejam, que são feitas nos monumentos mas também, e especialmente, nas casas particulares.

É dessa vigilância, que compete à câmara municipal e aos seus serviços, que depende a preservação desse património colectivo, que a todos deve orgulhar e interessar, que é o centro histórico.

Festas em Santa Bárbara dos Padrões

Zé LG Zé LG, 12.08.06

As tradicionais Festas Populares de Santa Bárbara dos Padrões realizam-se de 25 a 27 deste mês.

Muita animação, muita música, bailes e a componente religiosa com missa e procissão dominam os três dias de festa.

Mas os pontos altos, que melhor distinguem estas festas populares, são a Tourada Cómica, do dia 26, e as Cavalhadas, no dia 27.

Aqui fica o Cartaz, com o programa completo, que me foi enviado pelo meu amigo Manuel dos Santos, presidente da Junta de Freguesia.

Boas Festas! 

Há noites assim

Zé LG Zé LG, 12.08.06

Noites de lua cheia são óptimas para tiorar fotografias.

A Igreja Matriz de Alvito é um monumento nacional ntável. Tem pormenores espectaculares.

Este enquadramento justifica a fotografia.

Alvito, com as suas inúmeras belezas, justifica visitas demoradas, acompanhadas ou não, em noites de lua cheia ou não.

Há sempre uma panorâmica, um monumento, um pormenor, um enquadramento, uma iniciativa mais popular ou cultural, uma pessoa ou o povo em geral que ficará na memória, gravada ou não em fotografia, vídeo ou outro meio qualquer.