Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

O MINISTRO DAS FINANÇAS FALTOU À VERDADE

Em declarações prestadas na Assembleia da República, o ministro Teixeira dos Santos afirmou existirem câmaras municipais que teriam contratado mais de 50 funcionários no primeiro semestre de 2006. Entre essas câmaras estaria a de Moura.

O Ministro de Estado e das Finanças, faltou à verdade. Os números que, segundo o “Público” e o “Diário de Notícias”, apresentou são falsos e incompreensíveis. ]A Câmara Municipal de Moura contratou a termo certo 4 trabalhadores e a termo resolutivo 20 (dos quais 12 terminam o contrato a 22 de Outubro – pessoal adstrito à Piscina Municipal e admitiu para o Quadro 10 (dos quais 3 estavam a contrato). Entretanto saíram 9 (aposentações, cessação do vínculo etc)}.

Ou seja, se subtrairmos aos 34 admitidos as 9 saídas e os 12 contratos referentes à Piscina temos 13 admissões. Um número de azar para o Ministro Teixeira dos Santos.

No caso da Câmara Municipal de Moura dois dados podem ser acrescentados: 1) a autarquia está abaixo do nível de endividamento permitido; 2) as despesas com pessoal estão contidas dentro dos limites impostos pelo Orçamento do Estado.

Lamentamos, finalmente, que dados destinados ao acompanhamento e controle da despesa por parte do Governo sejam utilizados como arma de arremesso político por ministros que são de Estado.

In Comunicado da Câmara de Moura

Comentários recentes

  • Anónimo

    Deixo aqui um post que retirei do Facebook, de um ...

  • Anónimo

    Não concordo. Como bem diz, dada a manifesta incap...

  • Anónimo

    Esta questão tem acontecido com a conivência de vá...

  • Anónimo

    Lixo e buracos nas ruas e estradas constituem a im...

  • Anónimo

    Uma gestão camarária que nem do lixo dá conta!Quan...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds