Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Gestão participada avança em Alvito

A Câmara Municipal de Alvito organizou, ontem, um seminário sobre “Gestão Municipal Participada”, marcando o arranque da implementação do Modelo de Gestão Participada no Município.

Para além dos animadores do debate, estiveram presentes 50 pessoas (12 de Vila Nova da Baronia, 20 mulheres, 10 autarcas, 9 trabalhadores autárquicos), tendo 8 efectuado intervenções, todas elas oportunas e pertinentes.

Das diversas intervenções efectuadas pode concluir-se do interesse da participação como fim em si mesmo, por assegurar o exercício de um direito/dever cívico aos cidadãos, e como meio, enquanto instrumento que contribui decisivamente para a melhoria da gestão e da democracia.

O Modelo que vai ser implementado contempla três eixos, que interagem em ciclo: “mobilização para a participação”, “recolha dos resultados da participação” e “integração dos resultados no governo do concelho”.

Vão ser chamados a participar no processo de decisão municipal os eleitos e os trabalhadores autárquicos, as forças vivas e os cidadãos em geral, sendo criados, através de reuniões, plenários com as populações, inquéritos e referendos, sendo criadas estruturas como o conselho municipal e o conselho de opinião.                                                                                                                                                                                                     

Este é o logotipo da estratégia de mobilização para a participação. 

Representa de um trevo de quatro folhas, simbolizando as duas de cima as duas freguesias e a de baixo à esquerda o municípo (cores). Isto também é consigo porque, através da participação, pode colocar a outra folha no lugar certo, compondo a planta, ou seja, melhorando a democracia.

Escola da Malagueira entre as melhores

A Escola da Malagueira, inaugurada em 2004, foi seleccionada pela OCDE como um dos melhores estabelecimentos de ensino a nível internacional, em termos de tipologia, sendo o único a merecer tal distinção na Península Ibérica.

A Escola está preparada, em termos arquitectónicos, para funcionar com elevados padrões de qualidade, desde o pré-escolar até ao 9º ano e inclui uma unidade de crianças e jovens surdos.

Comentários recentes

  • Anónimo

    M. Frade, não compreendeu o que petendi dizer com ...

  • Munhoz Frade

    Quis dizer “gerar” e não “gerais”. Não reparei na ...

  • Anónimo

    Seria voltar a focar as questões ligadas ao modo d...

  • Munhoz Frade

    Um pouco de polémica, meu caro ZLG:Sabemos que cau...

  • Anónimo

    É pena que o próprio DA não se tenha interessado p...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds