Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

II AlenCaça

realiza-se, de hoje até Domingo, no Parque Municipal de Feiras de Mora.

Provas de cães, torneios de tiro, espectáculos musicais - com os Anjos, animam a Feira.

Realiza-se ainda o II Encontro de Caçadores, no dia 9, onde serão abordados temas como "Calendário Venatório 2006/2007", "A situação da gripe das aves face à futura época venatória", "Investigação no sector cinegético" e "As novas possibilidades de financiamento para o sector no âmbito do futuro Quadro Comunitário de Apoio". 

Noites de Rua Cheia animam Serpa

Noites de Rua Cheia é o programa de Verão que preencherá as noites no concelho de Serpa até Agosto, nas várias freguesias e com propostas que vão dos espectáculos musicais até ao cinema, passando pelo teatro. Hoje, é projectado, em Vales Mortos, o filme "Sorte Nula", enquanto que, em Pias, é aguardada a actuação dos Alentejanos. Amanhã, actuam os N1H5 na Cruz Nova, em Serpa, ao mesmo tempo que os Além Cante sobem ao palco no Largo da Batalha, em Vila Nova de S. Bento, e os Ecos do Enxoé mostram as suas propostas musicais em Vila Verde de Ficalho.

Preservação e afirmação da identidade campaniça

A Câmara Municipal de Castro Verde, a Junta de Freguesia de Santa Bárbara de Padrões e a Associação de Cante Alentejano Os Cardadores vão assinar um protocolo de cooperação com o objectivo "de desenvolver um conjunto de acções no campo da tradição", que contempla o apoio à actividade dos grupos corais que a associação dinamiza – Os Cardadores da Sete, As Papoilas do Corvo e o Grupo Violas Campaniças, sendo ainda "dinamizadas actividades no campo da construção e toque da viola campaniça, onde a sensibilização para a preservação e afirmação da identidade assume um papel importante", adianta a autarquia em comunicado de imprensa.

Secil quer tratar lamas oleosas de Sines

A Secil vai apresentar uma candidatura conjunta com os CIRVER para o tratamento de lamas oleosas de Sines (constituídas por água, hidrocarbonetos e terra contaminada) provenientes do fundo dos tanques de armazenamento de combustíveis e que, de acordo com estimativas oficiais, há cerca de 140 mil toneladas que estão depositadas a céu aberto no concelho de Santiago do Cacém.

 Para a cimenteira as lamas constituem «um resíduo óptimo» para demonstrar a complementaridade no tratamento de resíduos através dos CIRVER e da co-incineração.

O presidente da Câmara de Setúbal, que declinou o convite formulado pelo presidente da Secil para a autarquia regressar à Comissão de Acompanhamento Ambiental (que abandonou na sequência da decisão anunciada pelo Governo de avançar com a queima de resíduos industriais perigosos na cimenteira do Parque Natural da Arrábida) promete recorrer a todos os meios legais e institucionais para travar a co-incineração de resíduos perigosos no Outão.

“Animar a Praça” em Alvito

O programa “Animar a Praça” acontece todas as sextas-feiras nos meses de Julho e Agosto, em Alvito, na Praça da República, e tem como objectivo proporcionar serões de convívio entre a população residente e a que visita esta Vila. Começa esta noite, com o grupo “Campos do Alentejo” e “Edgar Baleizão”.

“Escrita na Paisagem” em Odemira

Entre os meses de Julho e Setembro realiza-se no concelho de Odemira é palco o projecto “Escrita na Paisagem - Festival de Performance e Artes da Terra”, da responsabilidade da Colecção B, Associação Cultural, que tem como objectivo cruzar as artes performativas e da terra com a paisagem alentejana.

Esta 3ª edição de “Escrita na Paisagem” retoma a mesa como lugar de convívio e aproxima geografias e realidades em que o comer, o cheirar e a agricultura marcam encontro, através de exposições, concertos, instalações, projecção de filmes, andamentos, teatro, entre outras actividades a iniciativa, fazendo do público o grande convidado.

A "Escrita na Paisagem” arranca hoje em Colos, no Lagar do Azeite, com a peça de teatro “Walden”, pelo “Teatro Vestido”, que se baseia no texto homónimo de Henry Davis Thoreau.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Que outros agentes desportivos ... e já agora polí...

  • Munhoz Frade

    Exemplar.

  • Anónimo

    O problema, é que por mais considerações ideológic...

  • Anónimo

    “DesilusãoTenho estado, como é meu hábito, atento ...

  • Anónimo

    Ouvi ontem um debate interessante no Expresso das ...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds