Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

"lebre" PIN virou «gato»

«Os incentivos concedidos pelo Estado português a um projecto de investimento têm de ser medidos e também tem de ser considerado o seu impacto ambiental», afirmou hoje o primeiro-ministro.

Mas então, se esses aspectos não estavam ainda assegurados porque veio a Sines, há meses, acompanhado de outros governantes e do empresário Patrick Monteiro de Barros, anunciar, com pompa e circunstância, a construção de uma nova refinaria.

Não seria preferível assegurar, primeiro, as condições necessárias à concretização dos projectos e só depois anunciá-los? Assim já não teria de afirmar que «Ao Governo português ninguém vende gato por lebre», como fez hoje.

Quem nos garante que outros grandes projectos (os famosos PIN – Planos de Interesse Nacional) anunciados nos últimos tempos não pequem dos mesmos males? Quem nos garante que sejam, de facto, lebres?  

Ponte do Chança vai ser construida

A Junta da Andaluzia lança o concurso para a construção da ponte internacional sobre a ribeira do Chança que ligará as localidades do Pomarão , no concelho de Mértola e El Granado, na província de Huelva.

O projecto é financiado pelo Interreg III – A, estando orçado 2 milhões de euros. Depois de adjudicada a obra, a empresa vencedora do concurso terá 8 meses para concluir os trabalhos.

Notícia da Rádio Pax

Parem com a mutilação!

Todos os anos assistimos a este tipo de corte de árvores nas nossas terras.

Chamam-lhe desbaste. Se tal fosse apenas seriam cortados os troncos e as pernadas secas ou podres .

Infelizmente o que fazem é mutilá-las, decepá-las, deixando-as no estado que a fotografia mostra.

Mesmo que voltem a formar copa tal não acontece no ano em que são decepadas, ficando impedidas de cumprir a missão para que foram plantadas, isto é, dar sombra. E esta faz tanta falta...

   

Comentários recentes

  • Anónimo

    Tens toda a razão. Já cá faltava a patetice da com...

  • Anónimo

    Vote no PAN.

  • Anónimo

    Já cá faltava a patetice da habitual comparação co...

  • Anónimo

    alguém pode dizer onde é este lugar?

  • Anónimo

    Concordo a 1000% com M. Frade.Pode-se, rádios, jor...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds