Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Mais de três milhões nas ruas

Zé LG, 04.04.06
Mais de três milhões de pessoas manifestaram-se hoje em França contra o Contrato do Primeiro Emprego (CPE), numa mobilização superior à de 28 de Março.
As manifestações de hoje, organizadas em perto de 200 cidades, tinham por objectivo exercer uma pressão máxima sobre o poder antes de possíveis negociações.
Chirac ao ministro do Interior, Nicolas Sarkozy, a tarefa de preparar as negociações. O presidente do grupo socialista no parlamento perguntou hoje a Villepin o que fazia "na bancada do Governo" quando "já não governa".
Retirado da SIC on line


Portugal é o país mais desigual e mais pobre da UE

Zé LG, 04.04.06
Portugal desceu de 26.º para 27.º na última lista ordenada do desenvolvimento humano da ONU, registando:
- a pior taxa de abandono escolar da UE (38,6%);
- o maior índice europeu de pobreza persistente (15%);
- uma das maiores percentagens de crianças pobres (15,6%), só ultrapassada pela Irlanda e pela Itália;
- o maior índice de pobreza relativa (20/21%), havendo dois milhões de portugueses com rendimentos inferiores a metade do rendimento médio nacional, vivendo com menos de 350 euros por mês.
Entretanto a acumulação rendimentos pelos 20% mais ricos foi 7,4 vezes superior aos rendimentos recebidos pelos 20% mais pobres, em 2003.

Últimos dados do Eurostat (Gabinete de Estatística da UE)

Mega-projecto turístico na Albufeira de Alvito

Zé LG, 01.04.06
Finalmente vai ser construído um mega-projecto turístico junto da albufeira de Alvito.
O projecto integra hotéis, moradias, unidades de saúde e de tratamento de idosos, centros de estágios, um campo de golfe, campos para a prática de outros desportos, uma praia fluvial, cais para embarcações, pistas de canoagem e remo, etc.
A iniciativa é de um grupo de empresários de Macau e conta com o apoio do governo.
Segundo os seus promotores, o projecto para além de respeitar o Plano de Ordenamento da Albufeira, cumpre os mais elevados padrões ambientais e tem uma componente social muito forte.
Prevê-se a criação de centenas de postos de trabalho, quer na fase da construção quer no pleno funcionamento do complexo.
Os promotores justificaram a escolha do local pelas magníficas condições ambientais existentes, pela receptividade que encontraram nas autoridades locais, regionais e governamentais e, ainda, pela existência de escolas de formação profissional e superiores da área do turismo, desporto, animação cultural e social, gerontologia e outras com interesse para o projecto.

"A qualidade da democracia está a cair"

Zé LG, 01.04.06
"Temos um problema: a qualidade da democracia está a decair em todo o lado", constatou ontem o académico Philippe Schmitter, no encerramento do III Congresso da Associação Portuguesa de Ciência Política. O professor do Instituto Universitário Europeu (IUE), um dos mais conceituados teóricos sobre a democratização, trouxe à Fundação Calouste Gulbenkian algumas das preocupações recorrentes do seu trabalho: por um lado, as condições em que pode ser bem sucedida a transição para a democracia e a sua consolidação e, por outro, o "desencanto" com este regime.

O desencanto, considera Schmitter, resulta da "disparidade entre a fé persistente na democracia" e a sua concretização com resultados aquém das expectativas. A qualidade das democracias está a cair não só nos países que aderiram a ela recentemente, como é o caso de Portugal, mas também nas democracias consolidadas, considerou o investigador. E enumerou sintomas desse "empobrecimento": diminuição da participação nas eleições, desinteresse dos cidadãos pelos partidos políticos e pelos sindicatos, aumento da desconfiança em relação aos políticos e às instituições democráticas.

in DN

Pág. 6/6