Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Principais mudanças no Alentejo

A CDU perdeu 3 câmaras (Estremoz, Redondo e Alcácer do Sal) e ganhou 2 (Barrancos e Vidigueira), passando de 19 para 18.

O PS perdeu 4 Câmaras (Alvito, Barrancos, Vidigueira e Marvão) e ganhou 3 (Ourique, Estremoz e Alcácer do Sal), passando de 21 para 20.

O PSD perdeu 1 Câmara (Ourique) e ganhou 1 (Marvão), mantendo 7.

Os movimentos de independentes ganharam 2 câmaras (Alvito e Redondo).

A CDU tem agora 7 câmaras em Beja (tinha 5), 6 em Évora (8), 3 em Portalegre (3) e 2 no Litoral Alentejano (3).

O PS tem 5 câmaras em Beja (tinha 7), 7 em Évora (6), 6 em Portalegre (7) e 2 no Litoral Alentejano (1).

O PSD tem 1 câmara em Beja (tinha 2) e 6 em Portalegre (5).

Os movimentos de independentes ficaram com 1 câmara em Beja e 1 em Évora.

Regime de gestão limitada

No período "que medeia entre a realização de eleições e a tomada de posse dos novos órgãos eleitos", "os órgãos das autarquias locais e os seus titulares, no âmbito das respectivas competências, sem prejuizo de actos correntes e inadiáveis, ficam impedidos de deliberar" em relação a várias matérias, ficando suspenso o decurso dos respectivos prazos legais, determina a Lei nº 47/2005, de 29 de Agosto.

Tem esta Lei como objectivo principal impedir que alguns autarcas menos escrupulosos aproveitem este período para deliberar sobre matérias problemáticas que podem criar problemas às autarquias.

Afinal quem os lançou?

Na manhã de Domingo, surgiram panfletos nas ruas de Alvito e Vila Nova da Baronia identificados com o Movimento Independente.

Pelo seu teor não parecem ser da responsabilidade do MI. Apesar disso houve logo quem acusasse o MI de os ter espalhado.

Todos os candidatos afirmaram ter participado o acontecimento às autoridades competentes. Esperemos que o caso seja esclarecido. Talvez então se perceba quem, em anteriores eleições, lançou comunicados anónimos...

Comentários recentes

  • Anónimo

    Está tudo dito... nada a acrescentar! Incapacidade...

  • Anónimo

    "O Ministério do Planeamento anunciou esta quinta-...

  • Anónimo

    Se os autarcas locais , independentemente da cor p...

  • Anónimo

    Conordo em absoluto com o comentário anterior.O di...

  • Anónimo

    O problema é que em Beja este ou outro tema verdad...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds