Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

É meu!

Zé LG, 13.08.05
O Alvitrando é meu, exclusivamente meu! - O meu brinquedo, na opinião de alguns; a manifestação do meu individualismo, na opinião de outros; a expressão do meu sentimento, pequeno-burgês, de posse; ou, ainda, a manifestação do meu pluralismo ou do meu desalinhamento partidário, conforme quem aprecia.

Mas o Alvitrando é, apenas e tão somente, a minha primeira experiência no novo mundo da blogosfera. Constitui, para mim, um novo espaço de intervenção cívica activa (desculpem o pleonasmo), onde dou as notícias e expresso as opiniões de acordo com os meus pontos de vista ou que considero de interesse pôr em discussão.

Todos os alvitres são da minha responsabilidade. Uns porque traduzem o meu pensamento e são da minha exclusiva responsabilidade, sendo só por mim subscritos. Outros porque, por qualquer razão, julgo de interesse colocar à consideração dos visitantes e refiro a respectiva fonte ou autoria.

Por mais indentificado que pareça com a área política que integro (a CDU) ou a força política (PCP) de que sou militante o Alvitrando não é a sua voz (escrita) oficial nem sequer oficiosa. Por mais crítica que lhes seja também não é seu adversário ou, muito menos, inimigo.

O Alvitrando é, apenas e tão só, um veículo através do qual intervenho, como entendo, na comunidade, na sociedade, na vida, no mundo...

Não predendo que o Alvitrando seja outra coisa para além disso. Não quero que seja uma cama de psicanálise ou sequer um espaço de discussão da minha pessoa, que julgo não se justificarem. Pretendo apenas que seja aquilo que referi na abertura: um espaço onde se dão alvíssaras por questões que julgo interessantes ou se colocam questões em debate, na convicção de que o devir colectivo será aquili que nós quizermos e de que formos capazes.

Por tudo isto, o Alvitrando será tanto mais meu quanto for nosso.

Candidata ofendida com Sampaio

Zé LG, 10.08.05
candidata a pr.jpg
Nem Cavaco, nem Soares. Figuras públicas como o jornalista Carlos Pinto Coelho, o filósofo José Gil ou o cantor Vítor Espadinha querem é ver a professora universitária Manuela Magno no Palácio de Belém, que já tem sede de campanha em Lisboa, mais de quatro mil apoiantes por todo o País, um site na Internet (www.manuelamagno.com.pt).

Licenciada em Física Nuclear, professora de Música na Universidade de Évora, activista em diversas organizações não governamentais, Manuela Magno, 51 anos, está ofendida com o Jorge Sampaio. Isto porque o PR não teve oportunidade de a receber em audiência, pedida há mais de um ano, mas lá arranjou um tempinho para se encontrar com Cavaco Silva e Mário Soares, ainda a ponderarem as respectivas candidaturas.

Manuela Magno decidiu avançar para Belém quando a hipótese Santana Lopes começou a ser falada: "Fiquei de tal forma chocada com essa possibilidade que resolvi comprar pela primeira vez a Constituição da República e ver como me poderia candidatar".

Caso estivesse em funções já lhe teríamos ouvido uma palavra sobre o Executivo de José Sócrates. "É grave existir um Governo eleito com maioria absoluta que toma medidas contra o que tinha sido anunciado em campanha", sustenta Manuela Magno, cujo lema de candidatura é "Afirmação de cidadania".

Retirada de noticiasalentejo.pt


Resultados eleitorais de 2001

Zé LG, 09.08.05
Alguns comentários que aqui têm sido feitos mostram que os seus autores não têm presentes os resultados das eleições autárquicas de 2001. Por isso decidi publicar esses resultados referentes à CÂMARA MUNICIPAL DE ALVITO:

PS----------715 votos (45.37%) - 2 eleitos, incluindo o presidente
PCP-PEV---507 votos (32.17%) - 2 eleitos
PPD/PSD--258 votos (16.37%) - 1 eleito
CDS-PP-----35 votos ( 2.22 %)

Inscritos---2180
Votantes---1576 (72.29%)
Brancos------29 (1.84 %)
Nulos-------- 32 (2.03 %)

Fonte: STAPE

Remunerações

Zé LG, 08.08.05
Porque se trata de matéria delicada e sobre a qual muito se especula, publico aqui as remunerações actuais dos Eleitos Locais e Pessoal de Apoio.

ELEITOS LOCAIS:
- Presidente da Câmara - 40% do PR / € 2 819,88 + € 845,96 de despesas de representação (30% da remuneração base;
- Vereador a Tempo Inteiro - 80% do Presidente da Câmara / € 2 255,90 + € 451,18 (20%);
- Senha de Presença, por reunião, dos outros vereadores e membros da Assembleia Municipal- € 56,40 / 2% do Presidente da Câmara;
- Presidente da Assembleia Municipal - € 80,60 / 3%;
- Secretários da Assembleia Municipal - € 70,50 / 2,5%.

PESSOAL DE APOIO:
- Adjunto do Presidente da Câmara - 80% da remuneração base do Vereador a Tempo Inteiro;
- Secretários - 60% da remuneração base do Vereador a Tempo Inteiro.

NOTA: Estes valores são os aplicados ao Município de Alvito. Noutros maiores os valores são mais altos.

Limpeza do Alvitrando

Zé LG, 08.08.05
Acabei de apagar 190 alvitres. Restam 350. Apaguei apenas os que não tinham comentários. Deixei também alguns que não tinham comentários mas que achei importante deixar pela oportunidade dos temas.

A limpeza justificou-se pelo facto de ter quase (99,5%) todo o espaço disponível ocupado. Mesmo assim fiquei com 98,1% ocupado. Vou ter de fazer nova limpez em breve. Não sei que critérios vou utilizar. É sempre difícil apagar memória...

Esta limpeza ocorreu quando tinha 540 alvitres, 1 418 comentários e 2 312 visitas, contadadas desde a instalação do contador em 20 de Julho último.

Quem vai ganhar...

Zé LG, 05.08.05
... as próximas eleições autárquicas no concelho de Alvito?

Estando a pouco mais de 2 meses das eleições julgo que poderá ser um bom exercício democrático responder, de forma correcta, a esta questão, justificando a resposta.

Ficamos à espera das previsões e das suas justificações.

O blog que gostava que fosse o Alvitrando

Zé LG, 04.08.05
Criei o Alvitrando para dar notícias, comunicar, trocar ideias. Não pretendo que ele seja um blog para falar de mim mas sim daquilo que nos envolve e interessa.

Tenho reparado que muitos que aqui deixam os seus comentários não entendem ou não querem entender isso e preferem comentar a minha pessoa em vez das notícias, reflexões ou ideias que aqui escrevo.

Preferia que comentassem mais os assuntos e menos as pessoas, salvo quando estas são o tema em debate. Mas os visitantes deste blog são livres de escreverem o que entendem. Só tenho apagado comentários repetidos ou que põem em causa terceiros que para aqui não foram chamados ou, ainda, quando são feitos em termos inadmissíveis.

Assim sendo, o alvitrando não é tanto o blog que gostava que fosse mas é mais o que dele todos fazemos - o autor e os comentadores. Inevitavelmente que assim teria de ser.



Troncho na EDIA

Zé LG, 02.08.05
7168219185052718124.jpgFoto da notíciasalentejo

Henrique Troncho vai ser o novo presidente da EDIA, de acordo com notícias da comunicação social.

Henrique Troncho foi nomeado este ano para o cargo de governador Civil do distrito e Évora, cargo que já desempenhara entre 1995 e 2002. Foi eleito deputado nas Legislativas de Fevereiro. Fez carreira profissional na segurança social regional durante mais de 20 anos.

De Beja surge um coro de protestos. "Não tem o perfil adequado para a função", afirmou José Soeiro, deputado do PCP eleito por Beja. Amílcar Mourão, presidente da distrital de Beja do PSD, afirmou que "desconheço quem seja". "Uma escolha política", comentou Castro e Brito, presidente da ACOS. Luís Serrano, presidente do NERBE disse lamentar a escolha porque "mais uma vez se pensou na militância e não na capacidade técnica".

No PS impera o silêncio. Luís Pita Ameixa, presidente da Federação do Baixo Alentejo do PS, recusou fazer qualquer comentário.

ESTAS NOTÍCIAS JUSTIFICAM QUE COLOQUEMOS AS SEGUINTES QUESTÕES:
- Marques Ferreira, o actual presidente da EDIA, não tem tido um bom desempenho? Não foi ele que “arrumou a casa”, fez obra do princípio ao fim e lançou projectos decisivos para o aproveitamento do empreendimento? Pergunta-se: então porque é substituído?
- Não há ninguém em Beja da confiança do PS para desempenhar funções no governo, na direcção de serviços centrais ou regionais nem em empresas públicas, como a EDAB e a EDIA, ou a Federação do Baixo Alentejo do PS não tem qualquer peso na direcção nacional nem junto do governo?
- Ninguém levanta a voz contra esta marginalização do Baixo-Alentejo?

Pág. 2/2