Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

">Passaram por cá
  • Arquivo
  • ">Passaram por cá
  • Alvitrando

    Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

    Alvitrando

    Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

    Alfredo Barroso excluído

    Zé LG Zé LG, 13.03.05
    O Secretariado do Comité Central do PCP retirou a confiança política a Alfredo Barroso, em termos de recandidatura à presidência da Câmara de Redondo. A notícia causou "choque" na comissão concelhia do partido e poderá mesmo provocar demissões.

    "A partir de hoje, deixo de ser militante do PCP. E há outros camaradas que pensam como eu", assegurou ao JN António Carriço, membro da concelhia e da comissão eleitoral. Segundo Carriço, a decisão foi comunicada na sexta-feira, pelos membros do Comité Central Raimundo Cabral e José Catalino, que integra a Comissão Política. "Disseram-nos que a decisão estava tomada há muito tempo. Foi um autêntico choque", admitiu, recordando, que a concelhia já aprovara a recandidatura de Barroso.

    Em declarações ao JN, Barroso confirmou que as estruturas dirigentes comunicaram a decisão de retirar a confiança política relativamente a uma recandidatura. "Estou em reflexão", acrescentou, remetendo para momento posterior uma reacção. Na Direcção da Organização Regional de Évora, Raimundo Cabral assume apenas que "há opiniões diversas" sobre a escolha de candidatos, na concelhia de Redondo. "Trata-se de uma questão interna", disse.

    Esta é uma notícia do JN, assinada por Carlos Trigo, com Teixeira Correia.


    Recordo que nas últimas eleições legislativas a CDU teve 756 votos (19,8%) e nas últimas autárquicas, com Alfredo Barroso, teve 1786 votos (48,4%).