Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Narra na Vidigueira

Manuel Narra é o candidato da CDU à Câmara Municipal de Vidigueira. Bancário de profissão e presidente da direcção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Vidigueira, é apresentado publicamente no próximo Domingo.

Ainda o processo Barroso

Se a direcção do PCP retirou a confiança política a Alfredo Barroso por ele ter assumido posições "contrárias ao projecto autárquico do partido", como afirmou Jerónimo Sousa, porque é que só agora lhe foi retirada a confiança? Porque não foi retirada quando ele assumuiu essas posições? As posições assumidas por ele não foram igualmente assumidas pelos outros eleitos da CDU e não tiveram o apoio da organização do Redondo do PCP? Não foram igualmente assumidas por eleitos da CDU noutros concelhos que continuam a merecer a confiança do CC? Se Alfredo Barroso não tivesse assumido posições públicas críticas da direcção do partido será esta lhe tinha retirado a confiança agora?
Todas estas dúvidas serão esclarecidas a seu tempo por todos os nisso estiverem interessados. Seguramente que alguns não terão interesse nisso e por isso se explica a campanha, já em curso, para denegrir a imagem de Alfredo Barroso. Infelizmente é mais um processo como tantos outros...

Programa do Governo insuficiente

20041212-ci.jpg
Na apresentação das conclusões da reunião do Comité Central do PCP, Jerónimo de Sousa, ao abordar o Programa do Governo, considerou que sem prejuízo de nele se anunciarem algumas medidas positivas faltam «indispensáveis rectificações da maioria das mais graves medidas avançadas pelo Governo PSD/CDS-PP, tais como da Lei de Bases da Segurança Social, da entrega de novos hospitais a privados, do regime de trabalho da Administração Pública», realçando o facto de não haver «qualquer referência à valorização do Salário Mínimo Nacional, à convergência das pensões mais baixas com o mesmo, à defesa dos serviços públicos essenciais, ao fim da política de privatizações, à limitação dos benefícios fiscais da banca e sector financeiro». O Secretário-geral do PCP sublinhou ainda, a propósito das próximas eleições autárquicas, a importância do trabalho de preparação das listas a apresentar e «a decidida acção de alargamento da CDU e de dinamização das suas estruturas locais, a prestação de contas da actividade realizada, a elaboração dos programas eleitorais a apresentar na base de um processo participado, a indispensável programação do trabalho eleitoral a desenvolver nos próximos meses.

in www.pcp.pt

Autárquicas

Hoje, a TSF e a RR entrevistaram-me sobre as autárquicas, tendo em conta o processo eleitoral da CDU no Redondo e a reunião do CC do PCP, que se está a realizar.
Algumas opiniões que expressei:
- o centralismo prejudica o Estado e os partidos. Quando não se tem em conta a opinião das organizações locais é normal que as coisas não corram bem;
- parece-me evidente que a direcção do PCP está a ter em conta, na escolha dos seus candidatos, as posições críticas assumidas por alguns;
- não fui contactado (nem tenho de ser) pela direcção do PCP sobre uma qualquer eventual participação em listas autrquicas;
- considero urgente que seja construída uma candidatura, com programa e protagonistas, capaz de afastar a actual gestão PS e retomar o trabalho, interrompido há 3 anos, de fazer de Alvito um bom Concelho;
- continua a achar pertinentes e actuais as críticas que fiz aquando do último congresso do PCP.

A uma só voz

Na sua visita ao Norte Alentejano, o PR afirmou, hoje, a sua posição sobre a necessidade do Alentejo falar a uma só voz, dizendo que tal não será possível com várias comunidades urbanas ou intermunicipais.
Seria bom que alguns dirigentes do PS, nomeadamente do distrito de Beja, tivessem estas palavras em consideração.

ALVITRANDO destacado nos Blogs do Sapo

logo_sapoblogs.jpg
Na página inicial dos Blogs do SAPO pode-se ler a seguinte notícia:


14/03/05 - ALVITRANDO
O Calor já começa a fazer-se sentir, esta semana, vamos para Sul.

ALVITRANDO porquê? - porque alvitrar significa que se dão alvíssaras e o autor deste Blog quer dar alvíssaras, isto é, agradecer a quem quiser dar notícias, a quem quiser comunicar, a quem quiser trocar ideias sobre temas gerais e, em especial, sobre o Alentejo e o poder local.

Visite e participe neste Blog, à semelhança de outros Blogs cujos autores estão no Alentejo, a qualidade dos conteúdos é exemplar.

Não perca tempo, passe pelo Alentejo e alvitre no Alvitrando


Vi, li e fiquei todo "babado" com o destaque. Obrigado ao SAPO pela lembrança.

Alfredo Barroso excluído

O Secretariado do Comité Central do PCP retirou a confiança política a Alfredo Barroso, em termos de recandidatura à presidência da Câmara de Redondo. A notícia causou "choque" na comissão concelhia do partido e poderá mesmo provocar demissões.

"A partir de hoje, deixo de ser militante do PCP. E há outros camaradas que pensam como eu", assegurou ao JN António Carriço, membro da concelhia e da comissão eleitoral. Segundo Carriço, a decisão foi comunicada na sexta-feira, pelos membros do Comité Central Raimundo Cabral e José Catalino, que integra a Comissão Política. "Disseram-nos que a decisão estava tomada há muito tempo. Foi um autêntico choque", admitiu, recordando, que a concelhia já aprovara a recandidatura de Barroso.

Em declarações ao JN, Barroso confirmou que as estruturas dirigentes comunicaram a decisão de retirar a confiança política relativamente a uma recandidatura. "Estou em reflexão", acrescentou, remetendo para momento posterior uma reacção. Na Direcção da Organização Regional de Évora, Raimundo Cabral assume apenas que "há opiniões diversas" sobre a escolha de candidatos, na concelhia de Redondo. "Trata-se de uma questão interna", disse.

Esta é uma notícia do JN, assinada por Carlos Trigo, com Teixeira Correia.


Recordo que nas últimas eleições legislativas a CDU teve 756 votos (19,8%) e nas últimas autárquicas, com Alfredo Barroso, teve 1786 votos (48,4%).

Francisco Santos

20050310104054.jpgFoto do Diário do Alentejo

É um homem íntegro. É um homem do povo e militante do PCP há mais de trinta anos, o que nunca renegou.
É médico respeitado no Hospital de Santa Maria. Profissionalmente não faz concessões à mediocridade, é muito exigente.
É o novo candidato do PCP à presidência da Câmara Municipal de Beja.
Como amigo e camarada de há umas dezenas de anos, desejo-lhe felicidades!

(des)acordos

Em democracia os acordos entre partidos são uma prática normal. Naturalmente discutíveis, em termos políticos.
Nenhum partido pode pretender o exclusivo desses acordos para si.
Isto vem a propósito das acusações que o PS faz à CDU, ou ao PCP, de fazer acordos com o PSD.
Embora, pessoalmente, ache que os acordos naturais do PCP são com o PS e com o BE, entendo que não podem ser de rejeitar outros acordos, designadamente com o PSD, se aqueles não forem possíveis e de os superiores interesses das populações a isso obrigarem.
Recordo o que se passou depois das últimas autárquicas em Alvito. Como não houve maioria absoluta em nenhum dos órgãos autárquicos, a CDU propôs ao PS acordos para todos os órgãos. O PS aceitou esse acordo na Freguesia de Vila Nova da Baronia, ganha pela CDU, e fez acordos com o PSD na freguesia de Alvito e na Assembleia Municipal, de maioria PS.
Recordo ainda que o PS já fez acordos com todos os partidos.
Será que, apesar disso, ainda se sente com autoridade para pretender evitar acordos entre os outros partidos, quando se recusa a participar nesses acordos?

Pág. 1/2

Passaram por cá

(desde 15-01-2011)

Comentários recentes

  • Ana Matos Pires

    A propósito de Silos, estão todos convidados. Apar...

  • Anónimo

    Andam por aí umas cromas a falar de recusa de tran...

  • Anónimo

    Só para complementar o que atrás se refere.Todos a...

  • Anónimo

    Foram edifícios construídos depois da grande cheia...

  • Anónimo

    Então é mesmo. De um lado os rapazes e do outro as...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds