Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“mas quem são os culpados?”

É isto mesmo, a carneirada tem de se expressar, os “maiorais " necessitam saber que nós, os carneiros, conhecemos os seus podres, eles também os conhecem..., mas são como o bolor, eles vivem todos juntos, numa simbiose perfeita, num equilíbrio periodicamente modificado, mas sempre mantendo a simbiose!
"Todos" sabem, muitos sabem, existem sempre descontentes que deixam escapar pequenos segredos.., que tem sido uma peixeirada no seio dos "maiorais", com as diferentes facções tentando impor os seus apaniguados, garantia do continuar das mordomias, falcatruas e cambalachos que periodicamente se vão conhecendo !
Não têm vergonha, não sabem o que isso é, mas quem são os culpados? Somos nós, a carneirada, que quotidianamente os "esquartejamos" nas nossas conversas, nos nossos comentários..., mas que depois deixamos andar, compactuando e tornando-nos necessariamente cobardes cúmplices da sem vergonhice que apenas nas palavras rejeitamos!

 

Comentário deixado aqui por um Anónimo, a 27 de Dezembro de 2011 às 19:12

19 comentários

Comentar post

Comentários recentes

  • Anónimo

    Cruz credo! Se assim é o k é.... Fdx

  • Anónimo

    O cartaz faz jus ao nome do evento! No entanto o...

  • Anónimo

    Não podes estar mais longe. O eterno e sempre à mã...

  • Anónimo

    Se há tanta clarividência acerca da geringonça com...

  • Anónimo

    Sem dúvida, sobretudo os grandes interesses capita...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.